PET

Como Identificar Asma e Bronquite em Gatos

Como Identificar Asma e Bronquite em Gatos. O trato respiratório inferior, ou vias aéreas inferiores, inclui os brônquios, bronquíolos e alvéolos.

Os brônquios começam no final da traquéia, onde se dividem em dois ramos.

De lá, eles se dividiram em galhos menores, chamados de bronquíolos.

Os alvéolos são a porção terminal do trato respiratório inferior, dentro dos pulmões, onde ocorre a troca de oxigênio e dióxido de carbono.

Bronquite é o termo usado para denotar a inflamação dos brônquios e bronquíolos. A bronquite crônica é uma inflamação de longa duração do trato respiratório inferior.

A condição de asma pode acontecer repentina ( aguda e inflamação de longo prazo (crônica) das vias aéreas inferiores devido ao aumento da sensibilidade a vários estímulos.

Incluindo alérgenos, estreitamento das vias aéreas e um acúmulo de células específicas – comumente vistas em inflamação e reações alérgicas – nessas vias aéreas.

Nos gatos, tanto a inflamação aguda como a crônica das vias aéreas inferiores são denominadas coletivamente como bronquite felina ou doença broncopulmonar felina (DTA).

Como Identificar Asma e Bronquite em Gatos

A inflamação crônica nas vias aéreas inferiores, se não for tratada, pode levar à fibrose (excesso de tecido fibroso nos pulmões) e atelectasia pulmonar (uma doença na qual os pulmões não são capazes de inflar).

Esta doença pode ocorrer em gatos de qualquer idade, mas é mais comum entre as idades de 2 a 8 anos.

Leia Mais > Quais Alimentos Naturais o Gato Pode Comer

Sintomas e tipos

Devido à natureza aguda e crônica desta doença, os seguintes sintomas podem ser observados por um período de tempo variável:

  • Tosse
  • Espirros
  • Dificuldade em respirar (alguns gatos vão respirar com a boca aberta)
  • Pouco apetite
  • Fraqueza
  • Letargia
  • Respiração rápida com esforço
  • Descoloração azul da pele e membranas mucosas

Causas

  • A causa da inflamação brônquica é frequentemente desconhecida
  • Fumaça de cigarro, sprays de cabelo, purificadores de ar, móveis novos e lixo empoeirado podem iniciar o problema
  • Infecções pulmonares parasitárias (vermes pulmonares) também são suspeitas

Diagnóstico

O veterinário irá realizar um exame físico completo em seu animal de estimação, tendo em conta o histórico de sintomas e possíveis incidentes que possam ter precipitado essa condição.

Você será perguntado sobre a dieta do seu gato, adição de novos móveis para a casa e outras questões relacionadas.

Uma causa exata para esta doença não é conhecida, e encontrar o fator inicial é uma tarefa difícil.

6 Sinais que seu Gato Pode estar Passando Mal

Às vezes, algo tão simples como um novo purificador de ar é considerado responsável por um episódio súbito dessa doença, mas muitas vezes a causa exata permanece indefinida.

Após um exame físico detalhado ter sido realizado, o tratamento para casos agudos é deve ser iniciado imediatamente.

Além disso, seu veterinário irá coletar amostras de sangue e urina para testes laboratoriais.

Esses exames de sangue ajudarão a estabelecer o diagnóstico e também a caracterizar se o problema é de natureza aguda ou crônica.

Amostras de fezes também deverão ser coletadas para exame laboratorial para identidicar se há parasitas presentes.

Seu veterinário também pode coletar amostras para cultura bacteriana para ver se a infecção está envolvida.

Quais Alimentos Naturais o Gato Pode Comer

A radiologia pode ajudar no diagnóstico da natureza, extensão e tipo de alterações no parênquima pulmonar (as partes funcionais do pulmão) devido à inflamação.

Em alguns hospitais, existem instalações específicas de teste de alergia para descobrir qual tipo de alérgeno está envolvido, se houver.

Existem também alguns testes específicos que podem ser usados ​​para coletar amostras dos pulmões, o que pode revelar informações detalhadas sobre a doença.

Tratamento

Em casos de episódios agudos de asma, o tratamento de emergência pode ser necessário.

E, em caso afirmativo, o seu gato poderá ser hospitalizado até que a crise termine.

A oxigenoterapia será iniciada imediatamente, juntamente com a administração de medicamentos de emergência para abrir as vias aéreas.

Como Melhorar sua Saúde com Animal de Estimação

Estreitamento e constrição das vias respiratórias devido ao inchaço é muitas vezes presente.

Seu veterinário irá administrar remédio para aliviar o inchaço para que seu gato possa respirar normalmente.

Medicamentos esteróides e outros medicamentos anti-inflamatórios são os mais comumente prescritos.

Após o término da emergência, um futuro plano de tratamento será planejado.

Para alguns gatos, remover o fator desencadeante é tudo o que é necessário, mas outros podem necessitar de terapia vitalícia para essa condição.

Esta doença pode ser de natureza progressiva.

Se seu gato tiver problemas brônquicos crônicos,.

Gerenciando

Você pode precisar mudar seu ambiente doméstico em consideração às necessidades de saúde do seu gato.

Plano de Saúde para PET – Descubra os Melhores

Purificadores de ar devem ser evitados, bem como fumar em ambientes fechados, sprays químicos, e maca de gato que é muito bom.

Também pode haver alguns alimentos que precisarão ser evitados (por exemplo, ingredientes que são adicionados a alguns alimentos de gato ou alimentos de mesa).

Seu veterinário irá aconselhá-lo sobre os alimentos apropriados para o seu gato e ajudá-lo no planejamento de uma dieta a longo prazo.

Além disso, em casos crônicos, você deve estar mentalmente preparado para o tratamento ao longo da vida.

Converse com seu veterinário em detalhes e faça perguntas sobre coisas das quais você não tem clareza.

A recorrência é comum e pode levar rapidamente à morte, a menos que seja tratada prontamente.

Você deverá estar atento ao seu gato, e se você notar ele tossir ou respirar desconfortavelmente.

Você pode tratá-lo com o medicamento que foi prescrito ou levá-lo a um hospital veterinário para tratamento de emergência.

Caso contrário, siga as orientações prescritas pelo seu veterinário sobre dieta e dispensação de medicamentos.

ATENÇÃO : A terapia para asma ou bronquite nunca deve ser interrompida devido à ausência de sintomas.

Compartilhe

Deixe seu Comentário