Hackers roubam milhões em Créditos de Carbono

Números de cartões de crédito? Que nada.  Os hackers modernos sabem que o dinheiro real não está apenas nos bancos, mas também em diversas formas de crédito que podem ser negociadas mundo afora.

Informações recentes mostraram que emails do tipo phishing conseguiram roubar cerca de mais de US $ 4 milhões de empresas que emitem  créditos de carbono na Europa, Japão e Nova Zelândia. O crime é relativamente simples, pois bastam milhões de emails enviados para as empresas certas e “voalá, temos valiosas informaçoes”

Os hackers enviaram emails para cerca de 2.000 empresas, só na Alemanha, afirmando ser falsamente da empresa Trading Authority que mantém o controle dos créditos de carbono e transações. O e-mail solicitado exigia que um novo registo fosse utilizado e a partir de então, os hackers conseguiram informações muito valiosas acerca das empresas envolvidas e sua contabilidade. As informações dos funcionários enganados desde então eram utilizadas e com isso milhões de dólares foram desviados.

[ad#dicas-verdes-meio-textp]

É claro que os ladrões venderam os créditos, mas os compradores se presume-se ter pensado que eles estavam fazendo uma transação legal. E também é possível ver como ele teria tido algum tempo para perceber que algo estava errado. Apenas a bagatela de  quatro milhões de dólares até uma luz vermelha fosse acionada por lá. Para se ter uma idéia como esse mercado por ser explorado por hackers,  somente no anos passado foram comercializados 130 bilhões de dólares em emissões de CO2.

Espero que as autoridades abram os seus olhos. 😉

Via > Gizmodo .

Compartilhe

Deixe seu Comentário