PET

7 Alimentos que podem ser Fatais para Cães

Ad Blocker Detectado

Nosso site precisar exibir anúncios on-line para nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios.

7 Alimentos que podem ser Fatais para Cães.

 Certos alimentos podem ser prejudiciais para os cães. Os cães possuem um metabolismo diferente das pessoas.

Certos alimentos podem ser muito perigoso para sua saúde e pode se tornar fatal em alguns casos.

7 Alimentos que podem ser Fatais para Cães

Alguns alimentos, foram provados tóxicos para cães.

Por esse motivo, é importante manter esses alimentos fora do alcance deles.

7 Alimentos que podem ser Fatais para Cães

Abacates

Abacates contêm uma toxina chamada persin, e o seu consumo pode se mostrar venenoso para os cães.

Qualquer parte da fruta, poços, folhas e cascas, representa risco para o seu cão. O fluido contido, pode se acumular nos pulmões e no peito do cão.

Podendo ter dificuldades para respirar, o que pode levar à falta de oxigênio e levar até à morte.

O fluido também pode se acumular no coração, pâncreas e abdômen, o que pode levar a outros tipos de complicações, podendo se tornar fatais.

Caso haja ingestão acidental de abacate, o mesmo poderá causar bloqueio no trato digestivo.

Xilitol

O xilitol é um álcool de açúcar que é usado para adoçar doce, em gomas de mascar, pasta de dente e assados.

Mesmo sendo consumido por  humanos, seu uso pode se tornar mortal para cães.

Comer alimentos que contenham xilitol, pode levar a uma queda repentina e significativa no açúcar no sangue de um cão.

Os sintomas começam a aparecer geralmente em torno de 30 minutos após o consumo e incluem vômitos, fraqueza, depressão, dificuldade em movimentação, coma e convulsões.

7 Alimentos que podem ser Fatais para Cães

Café, chá e outra cafeína

A cafeína é naturalmente encontrada no café, chá, cacau e guaraná, uma planta sul-americana.

Encontrado, também em diversos alimentos, bebidas, refrigerantes e medicamentos.

A cafeína, tem como princípio acelerar a freqüência cardíaca e estimular o sistema nervoso em cães.

Dentro de 2 a 4 horas de consumo de cafeína, os cães podem apresentar, inquietação, sede excessiva, falta de controle da bexiga, vômitos e até diarréia.

Se ingerirem cafeína em demasia , podem experimentar um ritmo cardíaco anormal ou uma insuficiência pulmonar, o que pode levar à morte.

Leia Mais> Plano de Sáude para Cahorro

Vários casos de morte foram relatados em cães, devido a uma sobredosagem de cafeína.

A dose mínima de cafeína em que a morte foi relatada foi inferior a 1 mg por kg de peso corporal.

Uma xícara média de café ou de chá contém entre 40 e 150 mg de cafeína.

Alguns sorvetes podem ser mortais para um cachorro.

Uvas e passas

Uvas e passas, podem ser extremamente tóxicas para cães.

Podendo causar uma insuficiência renal rápida, que pode ser fatal. Os compostos tóxicos presentes nas uvas ainda são foram conhecidos.  Mesmo em pequenas quantidades, elas podem deixar seu cão doente.

A quantidade de níveis tóxicos podem variar de cão para cão.

Um estudo onde foram revisados 180 relatórios ,descobriu que alguns cães morreram depois de comer apenas um punhado de passas.

Leia mais> Quais Frutas Orgânicas você pode oferecer ao seu Cão?

Devido a esta informação, a ingestão de qualquer quantidade deve ser levada muito a sério.

Se faz importante notar, que o envenenamento pode acontecer com a ingestão de uvas cruas e passas, ou de comer como ingredientes em produtos cozidos, como biscoitos, bolos e lanches.

Note-se sintomas como vômitos, diarréia, fadiga e depressão.

Podendo ser seguidos por sinais de insuficiência renal, como sintomas: excesso de sede e muito pouca produção de urina.

Massa de Álcool e Levedura

O álcool é encontrado numa diversidade de produtos, incluindo bebidas alcoólicas, perfumes, enxaguatórios bucais, tintas, vernizes e diversos produtos de limpeza.

Diversos sintomas podem se desenvolver dentro de 1 hora após o consumo, incluindo cansaço, depressão, falta de coordenação muscular, baixa temperatura corporal, falta de respiração, vômitos e diarréia.

Se ocorrer de cão consumir muito álcool, pode resultar em insuficiência pulmonar, convulsões, coma e até mesmo a morte.

A dose tóxica de álcool foi 100%  em cães, foi recentemente relatada como sendo cerca de 8 ml por kg, com a morte ocorrendo 12 a 24 horas após a ingestão.

A intoxicação alcoólica em cães geralmente ocorre após a ingestão acidental de bebidas alcoólica.

Houve um caso que, um cachorro morreu de intoxicação por álcool ,depois de comer uma grande quantidade de maçãs podres.

Leia também> Porque os Cães são os Mais Carinhosos com seus Donos

Um outra preocupação, com os cães está no consumo de massa crua que contenha levedura.

À medida que acontece a fermentação no estômago, o que faz com que o nível de álcool aumente no sangue do cão, e em último, podendo causar intoxicação por álcool e morte.

A massa aumentará no estômago do cão e poderá causar inchaço muito severo. Isso coloca pressão sobre os órgãos circundantes e podendo tornar muito difícil, para o cachorro respirar.

É de extrema importância jamais alimentar o seu cão com massa de levedura ou álcool.

Na exposição de bebidas alcoólicas, e no uso de massas cruas, deve-se ter vigilância e  em estar fora do alcance dos cães.

 Chocolate

O chocolate possui produtos químicos estimulantes como teobromina e cafeína, ambos são extremamente difíceis de metabolizar em cães.

Se o cão comer chocolate, pode ocorrer dor no estômago, vômitos, diarréia e desidratação.

Tais sintomas podem progredir em problemas mais sérios, como ataques cardíacos, hemorragias internas, tremores musculares, convulsões e morte.

A intensidade dos efeitos pode depende do tipo de animal o cão é, e a quantidade e que tipo de chocolate que foi consumido.

Aponta-se que quanto mais escuro e menos doce pode ser o chocolate.

Poderá se apresentar, mais tóxico será para o seu cachorro.

O chocolate e o pó de cacau não açucarados, estão entre as variedades mais perigosas para cãos.

De acordo com Merck Veterinary , os cachorros podem apresentar sintomas após a ingestão de até 44 mg por quilo (20 mg por kg) de peso corporal.

Cerca de 28 gramas de uma barra de chocolate de padeiro, poderia ser suficiente para causar sintomas tóxicos em um cachorro de 20 kg.

Não importa o momento, é importante manter o chocolate fora do alcance, dos cães.

 Sal

Ingerir muito sal poderia levar a uma condição de envenenamento, por sal ou privação de água em cães.

Isso pode causar vômitos, diarréia, depressão, tremores, febre e convulsões. Podendo se tornar fatal, em casos graves.

Conheça as Especiarias que Podem Substituir o sal

Merck Veterinary, especialista veterinário, diz que a dose que pode se tornar tóxica para cães é de cerca de 4 gramas por kg, de peso corporal.

Por esse motivo, não é uma confiável dar alimentos salgados para cães como, pretzels, pipoca ou batatas fritas.

Importantíssimo oferecer e manter, que seu cachorro sempre tenha acesso a água filtrada sempre fresca.

Outros alimentos que podem prejudicar seu cão

Desta forma, é bom se precaver e evitar alimentar o seu cão com os seguintes alimentos:

  • Cebolas, alho e cebolinha: podem contribuir para danificar os glóbulos vermelhos de um cão e causar anemia. Em casos graves, poderá exigir uma transfusão de sangue.
  • Leite e produtos lácteos: Os cães também podem se tornarem intolerantes à lactose ao longo do tempo.
  • O consumo de leite e produtos lácteos podem causar vômitos, diarréia e outros problemas digestivos.
  • Nozes de macadâmia: contêm uma toxina desconhecida que levar a causar fraqueza, tremores musculares e vômitos em cães.
  • Por possuir alto teor de gordura, as nozes de macadâmia podem levar a pancreatite, inflamar o pâncreas.
  • Maçãs, damascos, cerejas, pêssegos e ameixas: as sementes contêm cianeto, que é venenoso.
  • Comer pode levar a alguns efeitos colaterais muito graves, incluindo problemas digestivos.

Deixe seu Comentário