Os 14 melhores e piores Alimentos para Digestão

Ad Blocker Detectado

Nosso site precisar exibir anúncios on-line para nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Os 14 melhores e piores alimentos para digestão. Como melhorar a digestão com alimentos. Aqui estão os alimentos que você deve comer para aliviar sua barriga e manter seu trato digestivo funcionando sem problemas.

Bom para o seu intestino. Desejamos nos alimentar bem, queremos saborear e experimentar todos os alimentos.

Mas as alterações no processamento, preparação de alimentos e o estilo de vida que levamos, significam muito para o nosso estômago e que nem sempre reage bem a tudo o que comemos.

Os 14 melhores e piores alimentos para digestão

É melhor evitar algumas carnes gordurosas com alimentos – para evitar barrigas irritadas. Graças a mãe natureza temos alimentos que podem facilitar nossa digestão.

Apresentamos alguns alimentos que são  bons e outros que são ruim quando se trata de manter seu sistema funcionando sem problemas.

Alimentos gordurosos e fritos

Alimentos ricos em gordura e fritos podem sobrecarregar o estômago, resultando em refluxo ácido e azia.

Alimentos com alto teor de gordura também podem resultar em fezes de cor pálida, um fenômeno chamado steatorrhea, que é essencialmente excesso de gordura nas fezes.

Leia também

Muitas pessoas com síndrome do intestino irritável precisam ficar longe de alimentos ricos em gordura, incluindo manteiga e creme porque podem causar problemas digestivos.

Pimenta

A pimenta picante pode irritar o esôfago e levar a dor de azia.

Podendo ser um problema particular para as pessoas com síndrome do intestino irritável ou aqueles que já sofrem de azia crônica.

Laticínios

Nós precisamos de cálcio diariamente na alimentação, e obtemos facilmente ao ingerir produtos lácteos, como leite e queijo. Mas, para os intolerantes à lactose, estes podem causar diarreia, gás e distensão abdominal e cólicas.

A intolerância à lactose, um problema comum, ocorre quando as pessoas não produzem lactase suficiente, uma enzima que quebra a lactose (o açúcar encontrado no leite).

Doença celíaca, doença de Crohn e quimioterapia podem danificar os intestinos, o que também pode levar à intolerância à lactose.

Se você é intolerante à lactose, não deve consumir de leite.

Álcool

O consumo de álcool relaxa o corpo, mas, infelizmente, ele também relaxa o esfíncter esofágico. Isso pode levar a refluxo ácido ou azia.

Beber também pode inflamar o revestimento do estômago, prejudicando certas enzimas e evitando que os nutrientes sejam absorvidos.

Muito álcool pode causar diarréia e cólicas, mas a menos que você tenha uma desordem gastrointestinal, quantidades moderadas de álcool não devem irritar o trato digestivo.

Par manter um bom funcionamento é sugerido não mais do que duas bebidas por dia para homens e uma para mulheres.

Bagas

São frutos, fontes de saúde, que apresentam pequenas sementes e a maioria geralmente são digeridas normalmente junto com o fruto, mas que podem ser um problema para as pessoas com diverticulite ou bolsas que se desenvolvem no intestino (geralmente o intestino grosso) que se inflamam ou se contaminam.

Leia também > Como perder peso com Gengibre

Acha-se que as sementes podem obstruir o intestino e podem representar um risco de infecção.

Ainda não foi provado em um estudo, mas sempre foi comentado. Se você achar que as sementes, incluindo as sementes de girassol ou de abóbora, irritam o seu intestinos mantenha-se afastadas delas. E evite consumir em excesso esses

Chocolate

Em 2005 estudos sugeriram que o chocolate poderia ser um problema para quem possua a síndrome do intestino irritável ou constipação crônica.

Mas o próprio chocolate pode não ser o vilão. Para pessoas com alergias ao leite, pode ser o mesmo que contido em muitas guloseimas inclusive no chocolate. E o chocolate tem cafeína, o que pode estimular cólicas, inchaço e diarreia.

Café, chá e refrigerantes

O uso regular de café, chá e as bebidas carbonatadas não só relaxam demais o esfíncter esofágico, o que mantém o ácido estomacal preso no estômago, mas também pode atuar como diuréticos, o que pode levar à diarreia e cólicas.

As bebidas com cafeína podem ser um problema particular, especialmente para pessoas com doença de refluxo gastroesofágico.Se você tem doença do refluxo gástrico ou azia, evite consumir muito o chá de menta; no entanto o mesmo pode acalmar o estômago.

Milho

Rico em fibra e gostoso, mas também contém celulose, um tipo de fibra que os humanos não podem quebrar facilmente porque nos falta uma enzima necessária.

Devendo ser mastigado o milho por mais tempo, para que possa ser bem digerido. Para evirar dor abdominal e gases.

 Iogurte

Nosso intestino possui trilhões de bactérias e as mesmas nos ajudam a digerir os alimentos, e o iogurte contém alguns tipos dessas bactérias saudáveis.

O iogurte possui bactérias, que alimenta a flora normal no trato gastrointestinal, e é saudável.

Kimchi

São condimentos típicos da culinária da Coreia, com base em hortaliças. Podendo ser consumido nas três refeições diárias.

Kimchi é um favorito coreano geralmente feito com repolho, rabanete ou cebola, juntamente com muitas especiarias. O ingrediente principal é geralmente repolho, o que promove o crescimento de bactérias saudáveis ​​no cólon.

E o repolho é um tipo de fibra que não está digerida, por isso ajuda a eliminar o desperdício, mantendo os movimentos intestinais regulares. O chucrute é bom pelas mesmas razões.

Este prato pode ser picante, no entanto, por isso pode não ser uma boa opção se você descobriu que alimentos picantes provocam problemas digestivos para você.

Carne e peixe

Se você vai se alimentar e escolheu comer carne. De preferência para o frango, peixe e outras carnes magras – eles vão digerir mais facilmente, do que um bife suculento.

“As carnes vermelhas tendem a ser mais gordas” e mais fibrosas. “Seu corpo pode lidar com carnes magras, peixe e frango melhor do que carne de costela”.

Na ingestão de carnes magras e os peixes não foram associados a um risco aumentado de câncer de cólon.

As carnes vermelhas, estão associadas a risco de câncer de cólon devido ao alto teor de gordura.

Grãos

Diversos grãos, como pão integral, aveia e arroz integral, são uma boa fonte de fibra, o que ajuda a digestão.

Devemos ingerir 20 a 30 gramas por dia e para ajudar no funcionamento do intestino.”

A fibra também pode ajudá-lo a sentir colesterol cheio e mais baixo, mas pode causar problemas de inchaço, gás e outros em pessoas que aumentam rapidamente a ingestão.

Ao consumir fibras independente da quantidade, é importante ingerir bastante líquido, para que não haja constipação. E os grãos de trigo não devem ser ingeridos por pessoas que possuem doença celíaca ou intolerância ao glúten.

Bananas

O consumo de bananas ajudam a restaurar a função normal do intestino, especialmente se você tem diarréia (exemplo, consumo de muito álcool).

E elas restauram eletrólitos e potássio que podem ser perdidos devido a diarréia. Esta fruta também tem muita fibra para e ajuda na digestão e evita câimbras. “Uma banana por dia é o ideal”.

Gengibre

O gengibre é usado por milhares de anos como uma maneira segura de aliviar náuseas, vômitos, enjoo, doenças matinais, gás, perda de apetite e cólica.

Mas deve ser consumido com moderação. As doses elevadas de gengibre mais de 2 a 4 gramas por dia pode causar azia.

Deixe seu Comentário