Os Benefícios para Saúde Comendo Brotos

Ad Blocker Detectado

Nosso site precisar exibir anúncios on-line para nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Os Benefícios para Saúde Comendo Brotos.

Brotos são ricos em diversos nutrientes. Melhoram os níveis de digestão e açúcar no sangue, afastam doenças cardíacas.

Os brotos são alimentos altamente nutritivos e naturais.

Que utilizam apenas as reservas armazenadas nas sementes para germinarem e alcançarem o tamanho necessário para serem consumidos.

O que são Brotos ?

 Os brotos são sementes que germinaram e se tornaram plantas muito jovens.

Este processo de germinação geralmente começa com as sementes sendo encharcadas por várias horas.

Os Benefícios para Saúde Comendo Brotos

As sementes depois são expostas  fatores combinados de temperatura e umidade.

E são deixadas para crescer pelo tempo de 02 a 07 dias.Após período nascem brotos medindo de 2 a 5 cm de comprimento.

Os Benefícios para Saúde Comendo Brotos

Diferentes tipos de sementes podem ser germinados. Temos diversos tipos comuns de brotos disponíveis no mercado:

Brotos de feijão e ervilha: tais como lentilha, adzuki, grão de bico, soja, feijão mungo, feijão preto, feijão, ervilha verde e brotos de ervilha de neve.

Grãos germinados : como arroz integral, trigo mourisco, amaranto, kamut, quinoa e brotos de aveia.

Benefícios da Ervilha na Saúde

Brotos de vegetais ou folhas: como rabanete, brócolis, beterraba, mostarda verde, trevo, agrião e brotos de feno-grego.

Brotos de nozes e sementes: sementes de amêndoa, rabanete, sementes de alfafa, sementes de abóbora, sementes de gergelim ou brotos de sementes de girassol.

Os brotos geralmente são consumidos crus, mas caso você queira podem ser levemente cozidos antes de comê-los.

Nutrientes

Os brotos são baixos em calorias, e são uma fonte rica de nutrientes e compostos vegetais benéficos.

Seu conteúdo vitamínico e mineral varia de acordo as diversas variedade apresentada.

No entanto, de um modo geral, o processo de brotação aumenta os níveis de nutrientes.

Tornando os brotos mais ricos em proteínas, folato, magnésio, fósforo, manganês e vitaminas C e K do que plantas não germinadas.

Diversos estudos mostram que a germinação ajuda a aumentar o teor de proteína.

Os brotos também tendem a conter níveis mais altos de aminoácidos essenciais, com certos aminoácidos individuais aumentando em até 30% .

Além disso, as proteínas nos brotos são mais fáceis de digerir. Isso ocorre devido ao processo de brotação.

Que parece reduzir a quantidade de anti nutrientes – compostos que diminuem a capacidade do organismo de absorver nutrientes da planta, em até 87% .

Os brotos possuem ótimas fontes de antioxidantes e outros compostos vegetais benéficos.

Estudos também mostram, que alimentos feitos a partir de feijões germinados também podem ser mais nutritivos.

O tofu e o leite de soja feitos de soja germinados parecem conter entre 7 e 13% a mais de proteínas, 12 a 24% menos gordura e 56 a 81% menos antinutrientes do que tofu e soja produzidos a partir de soja não germinada.

Açúcar no sangue

Os brotos também podem ajudá-lo a manter os níveis de açúcar no sangue sob controle.

Alguns estudos indicam que isso pode ocorrer de uma certa forma, porque a brotação parece reduzir a quantidade total de carboidratos nos brotos. No entanto, nem todos os estudos ainda chegaram a mesma conclusão.

Outra hipótese seria que os brotos podem ter uma capacidade aumentada de regular a atividade da enzima amilase, que o corpo usa para decompor e digerir corretamente os açúcares.

Leia também> Alimentos Orgânicos ajudam a Combater ao Diabetes

Em um estudo acompanhou-se, um pequeno grupo de pessoas com diabetes tipo 2.

Metade deste grupo ingeriu 60 gramas de brotos de lentilha por dia, associado a sua alimentação normal.

Enquanto o outro grupo simplesmente consumiu sua alimentação normal.

Ao chegar no final do estudo de 8 semanas. No grupo que comeram os brotos atingiram uma redução de 10% nos níveis de hemoglobina A1c, um marcador de controle de açúcar no sangue.

E no outro grupo, esses níveis aumentaram em 12% no grupo.

Leia também> 8 Benefícios para Saúde Comendo Tâmaras

Em outro um estudo, pessoas portadoras de diabetes tipo 2, consumiram um suplemento de brócolis em pó por 8 semanas.

Resultando em níveis mais baixos de insulina no sangue e resistência à insulina .

Essas melhorias foram atribuíram às altas quantidades do sulforafano antioxidante contidos no suplemento.

Parecem ainda existir poucos estudos sobre este tópico. Eles podem melhorar a digestão

Digestão

Vários estudos mostram que quando as sementes são germinadas, a quantidade de fibras que elas contêm aumenta mais, tornando-se mais disponível.

Em um estudo, mostrou que os grãos que cresceram por 5 dias continham mais 133% de fibra do que grãos, sem brotação.

Em outro, grãos em germinação até os brotos chegarem a 5 mm de comprimento, aumentaram seu teor total de fibras em até 226%.

Leia Mais> Os 9 Melhores Alimentos para se Dormir Melhor

Durante o processo de germinação parece aumentar especificamente a quantidade de fibras insolúveis.

Que é um tipo de fibra que ajuda a formar as fezes e a movê-las pelo intestino, reduzindo a probabilidade de constipação.

A germinação parece também, reduzir a quantidade de glúten encontrada nos grãos.

O que pode torná-los mais fáceis de digerir, especialmente para pessoas sensíveis ao glúten.

E finalmente, grãos germinados, grãos, vegetais, nozes e sementes contêm quantidades menores de antinutrientes do que suas contrapartes não germinadas.

Isso torna mais fácil para o organismo absorver nutrientes durante a digestão.

Coração

Incluindo brotos em sua alimentação diária, traz diversos benefícios para o seu coração.

Isso ocorre principalmente porque os brotos podem reduzir os fatores de risco para doenças cardíacas, como altos níveis de colesterol no sangue.

Vários estudos a partir de animais demostraram que a ingestão de brotos pode aumentar o colesterol HDL “bom” e reduzir os níveis de colesterol LDL total e “ruim”.

Leia também> Vegetais e Legumes de Baixo Carboidrato

Também foi observado que os ratos, que receberam brotos se beneficiaram de melhorias no colesterol do sangue semelhantes àquelas resultantes da administração da atorvastatina.

Resultados semelhantes também foram observados em humanos.

Através de um estudo, com 39 pessoas com sobrepeso e obesas com diabetes tipo 2 foram divididas em dois grupos.

Um grupo recebeu uma porção 60 gramas de brotos de lentilha por dia.

Enquanto o outro grupo não recebeu a porção de brotos.

No final do estudo de 08 semanas, o grupo que consumiu os brotos de lentilha.

Apresentou níveis 12% mais elevados de colesterol HDL “bom” e níveis de triglicerídeos 75-84% menores e colesterol LDL “ruim”, comparado ao grupo que não comeu a porção de lentilhas.

Leia também> Ervas e especiarias e seus Benefícios para a Saúde

Num outro pequeno estudo, pessoas com diabetes tipo 2 que receberam 10 gramas de brócolis em pó por dia, durante 04 semanas.

E obtiveram uma redução de 18,7% nos níveis de triglicerídeos e níveis significativamente mais altos de colesterol HDL “bom”.

Em comparação, ao grupo que receberam quantidades menores de brotos de brócolis em pó, ou nenhum, não atingiram mudanças significativas nos seus níveis de triglicérides ou colesterol HDL.

Em um outro grupo que foi pesquisado foi relatado que comer em torno de uma poção de 100 gramas de brotos frescos de brócolis todos os dias, durante 01 semana diminuiu o LDL e o colesterol total em homens e aumentou o colesterol HDL em mulheres.

Os brotos são muito nutritivos. Eles também podem oferecer uma variedade de benefícios para a saúde, incluindo digestão mais fácil, melhores níveis de açúcar no sangue e menor risco de doença cardíaca.

Deixe seu Comentário