"
Home / SAÚDE / Benefícios do Kombuchá como Probiótico e para Saúde

Benefícios do Kombuchá como Probiótico e para Saúde

Benefícios do Kombuchá como Probiótico e para Saúde.

Conhecido como o “Elixir da Saúde Imortal” pelos chineses e originário do Extremo Oriente há cerca de 2.000 anos.

O kombucha é uma bebida com enormes benefícios para a saúde que se estende ao seu coração, seu cérebro e (especialmente) seu intestino.

Como esta bebida antiga pode fazer grande diferença para o seu corpo.

Devido ao processo de fermentação envolvido na criação do kombuchá. Ele contém um grande número de bactérias saudáveis ​​conhecidas como probióticos.

Benefícios do Kombuchá como Probiótico e para Saúde

Estas bactérias alinham seu trato digestivo e apoiam seu sistema imunológico, pois absorvem nutrientes e combatem infecções e doenças.

Como os Antioxidantes Beneficiam Nossa Saúde

Como 80% do seu sistema imunológico está localizado no seu intestino. E o sistema digestivo é a segunda maior parte do seu sistema neurológico, não é surpresa que o intestino seja considerado o “segundo cérebro”.

Beber kombucha todos os dias pode ajudá-lo a manter a saúde imune máxima. O que resulta em um número impressionante de benefícios para sua saúde geral.

O que é o Kombucha?

Kombucha é uma bebida fermentada que consiste em chá preto e açúcar (de várias fontes, incluindo açúcar de cana, fruta ou mel) que é usado como um alimento probiótico funcional.

Ele contém uma colônia de bactérias e leveduras que são responsáveis ​​por iniciar o processo de fermentação, uma vez combinado com o açúcar.

Após a fermentação, o kombucha se torna carbonatado e contém vinagre, vitaminas do complexo B, enzimas, probióticos e uma alta concentração de ácido (acético, glucônico e láctico).

Essas bactérias são conhecidas como “ bactérias produtoras de celulose ”, o que significa que elas produzem celulose, atuando como uma ptoteção para as células.

Leia Mais > O Que são Probióticos e Prebióticos e Para que Serve

A solução de chá de açúcar é fermentada por bactérias e leveduras comumente conhecidas como ” SCOBY  (colônia simbiótica de bactérias e leveduras).

Embora seja feito geralmente feito com chá preto, o kombucha também pode ser feito com chás verdes.

Ao contrário das alegações comuns, um SCOBY não é um cogumelo do kombuchá.

Algumas pessoas o indicam como substituto saudável para refrigerantes, para quem gosta de bebida com gás.

Existem até algumas variedades com sabor de refrigerante – mas observe o teor de açúcar.

Os seguintes probióticos compõem:

  • Gluconacetobacter (> 85 por cento na maioria das amostras)
  • Acetobacter (<2 por cento)
  • Lactobacillus (até 30% em algumas amostras)
  • Zygosaccharomyces (> 95 por cento)

Fatos Nutricionais de Kombucha

Algumas pessoas tendem a se preocupar com as calorias do kombuchá.

Embora os dados nutricionais sejam diferentes entre marcas e cervejas caseiras.

Aqui está o detalhamento do que uma marca popular inclui em uma garrafa de 500ml de kombucha orgânico não pasteurizado:

  • 60 calorias
  • 20 miligramas de sódio
  • 14 gramas de carboidratos
  • 4 gramas de açúcar
  • 100 microgramas de folato
  • 0,3 gramas de riboflavina / vitamina B2
  • .4 miligramas de  vitamina B6
  • 0,3 miligramas de tiamina / vitamina B1
  • 4 miligramas de  niacina / vitamina B3
  • 1,2 microgramas de  vitamina B12

Kombucha Pasteurizado x Não Pasteurizado

Existem debate sobre os benefícios do kombuchá não pasteurizado devido a conclusões ocorridas no século XXI que a pasteurização torna as bebidas “mais saudáveis”.

Não é verdade para o  leite, e o mesmo vale para o kombucha.

As bactérias mortas durante o processo de pasteurização são as mesmas que podem ajudar seu intestino a funcionar mais eficientemente.

“Kombucha pasteurizado” provavelmente deveria ser chamado de “chá com sabor de kombuchá” porque os benefícios de bactérias saudáveis ​​foram perdidos durante esse processo.

Uma consideração é que o kombucha pasteurizado não é continuamente fermentado.

S o kombuchá comercial não pasteurizado for deixado na prateleira por muito tempo, o teor de álcool (inicialmente abaixo de 0,5% para a maioria dos produtos) pode aumentar um pouco.

Compre sempre o kombucha de fontes confiáveis ​​e beber dentro de um tempo relativamente breve após a compra. Se você fizer kombucha em casa, a mesma regra se aplica.

Benefícios do Kombuchá como Probiótico e para Saúde

1- Prevenir uma Gama de Doenças

Apesar de vários informações de que o kombucha se concentre no modo como ele cura o intestino, contribuindo para aumentar a imunidade.

Além disso, também existem evidências de que o kombucha contém poderosos antioxidantes e pode ajudar a desintoxicar o organismo, protegendo assim o corpo de doenças.

O combate a doenças está como estes antioxidantes ajudam a reduzir a  inflamação, na raiz da maioria das doenças.

Esta qualidade de desintoxicação e redução de inflamação é provavelmente uma razão pela qual o kombucha pode diminuir potencialmente o risco de certos tipos de câncer.

Uma razão pela qual isso acontece é porque os antioxidantes reduzem o estresse oxidativo que pode danificar as células, até mesmo o DNA.

Estar exposto a muitos alimentos processados ​​e produtos químicos em seu ambiente pode levar a esse estresse, que por sua vez contribui para a inflamação crônica.

Leia Mais > Como Prevenir o Câncer com Alimentos que Você tem em Casa

Embora o chá preto normal contenha antioxidantes, a pesquisa mostra que o processo de fermentação do kombuchá cria antioxidantes que não estão presentes no chá preto, como o ácido glucárico.

O Kombucha pode influenciar especificamente a atividade de dois importantes antioxidantes conhecidos como glutationa peroxidase e catalase.,

Descobriu-se também que contém isorhamnetina , um metabólito da quercetina, em dezembro de 2016.

A quercetina está associada a um longo tempo de vida e propriedades anticancerígenas maciças.

Pesquisa da Universidade da Letônia em 2014 afirma que beber chá de kombuchá pode ser benéfico para muitas infecções e doenças.

Devido a quatro propriedades principais: desintoxicação, antioxidação, potências energizantes e promoção da imunidade deprimida.”

2. Suporta um Intestino Saudável

O benefício antioxidante deste chá antigo neutraliza os radicais livres que criam a desordem no sistema digestivo.

E a maior razão pela qual o kombucha sustenta a digestão é devido aos seus altos níveis de ácido benéfico, probióticos, aminoácidos e enzimas.

Algumas pesquisas mostraram a capacidade do kombuchá de prevenir e curar  úlceras do estômago.

O Kombucha também pode ajudar a curar a candida  da superpopulação dentro do intestino.

Restaurando o equilíbrio do sistema digestivo, com culturas probióticas vivas que ajudam o intestino a repovoar com boas bactérias, ao mesmo tempo em que elimina a levedura de candida.

Embora o kombucha contenha bactérias, as mesmas são bactérias patogênicas saudáveis.

Sendo do tipo benéfico (chamados “apatogênicos”) que competem com bactérias patogênicas “ruins” no intestino e no trato digestivo. )

Candida e outros problemas digestivos podem, por vezes, ser problemas complicados de corrigir, e os sintomas podem realmente piorar antes de melhorar.

Se você sentir que o kombucha está exacerbando o problema, considere que os problemas intestinais nem sempre são um caminho direto para a cura e, às vezes, é necessária alguma paciência ou tentativa e erro.

3. Ajudar a Melhorar o Humor

O Kombucha não apenas ajuda sua digestão, podendo proteger sua mente também.

Devido as vitaminas do complexo B que contém.

Sabe-se que as vitaminas do complexo B, particularmente a vitamina B12, aumentam os níveis de energia e contribuem para o bem-estar mental geral.

Seu alto teor de vitamina B12 é uma das razões pelas quais os suplementos às vezes contêm produtos secos de kombucha.

A função de reparação intestinal do kombucha também desempenha um papel na saúde mental.

A depressão pode ser um sintoma importante do intestino gotejante, especificamente devido à maneira como a permeabilidade intestinal ruim contribui para a inflamação.

Um estudo de 2012 publicado na Biopolymers and Cell  examinou o kombucha como um produto alimentar funcional para a exploração espacial a longo prazo.

A capacidade do kombuchá de regular a “comunicação do eixo do intestino-cérebro”.

Sugeriu que seria útil na prevenção ou minimização dos efeitos da ansiedade e depressão, particularmente para astronautas e outros em condições extremas de trabalho (como mineiros).

4. Benéfico para os Pulmões

Um benefício inesperado do kombucha é seu uso como um método de tratamento potencial para a silicose, uma doença pulmonar causada pela exposição repetida às partículas de sílica.

Cientistas chineses descobriram que a inalação de kombucha poderia ser uma maneira de tratar esta e outras doenças dos pulmões causadas pela inalação de material perigoso.

Dito isto, provavelmente você deve beber kombucha, ao invés de inalá-lo.

5. Antibacteriano Poderoso

Devido ao tipo de bactéria encontrada no kombucha, beber as culturas vivas na verdade destrói bactérias ruins responsáveis ​​por infecções.

Em estudos de laboratório, verificou-se que o kombucha tem efeitos antibacterianos contra o estafilococo, E. coli, Sh. sonnei, duas estirpes de salmonela e Campylobacter jejuni.

O último deles é provavelmente a causa mais comum de intoxicação alimentar em alguns lugares lugares do mundo.

Às vezes pode ser seguida por uma doença chamada síndrome de Guillian-Barré, em que o sistema imunológico ataca o sistema nervoso.

Devido aos imensos perigos das infecções de origem alimentar e aos custos significativos de tratamento, a FDA está muito interessada em possíveis métodos de tratamento para C. jejuni.

6. Administração do Diabetes

Embora alguns praticantes advirtam contra o kombuchá para diabéticos, parece que algumas pesquisas sugerem exatamente o contrário.

Isto está assumindo, é claro, sendo consumido kombucha sem uma alta carga de açúcar.

Particularmente devido às funções dos antioxidantes no kombucha, parece ajudar a aliviar os sintomas do diabetes,.

E mais eficientemente do que o chá preto antidiabético do qual é fermentado.

Isso parece ser especialmente verdadeiro em termos de funções hepáticas e renais, que geralmente são ruins para aqueles com diabetes.

7. Sistema Cardiovascular

O Kombuchá tem sido considerado benéfico para o coração por algum tempo, embora os esforços de pesquisa nessa área tenham sido escassos.

No entanto, parece claro que, em modelos animais, o kombucha ajuda a diminuir  os níveis de triglicérides , bem como a regular o  colesterol naturalmente.

8. Manter a Saúde do Fígado

Uma vez que o fígado ajuda a filtrar e converter compostos nocivos, é um componente vital na digestão e na saúde geral.

Os antioxidantes no kombucha podem proteger o fígado do estresse oxidativo e danos induzidos pela  overdose de paracetamol.

Precauções do Kombuchá

A maioria das pessoas experimenta grandes benefícios bebendo kombucha e não tem efeitos colaterais adversos.

Uma consideração menor deve ser feita no que diz respeito à proteção de seus dentes.

Devido a acidez do kombucha, você pode ajudar a evitar danificar seus dentes, bebendo-os de uma só vez e bochechar água na boca depois de terminar.

Os efeitos colaterais do Kombuchá parecem ser mais um risco quando se faz o kombuchá caseiro porque a contaminação é possível.

E o disco SCOBY e o produto acabado não são testados quanto à qualidade, como quando são fabricados comercialmente.

Se você for preparar sua própria bebida, use equipamentos, espaços de trabalho higienizados e de qualidade.

Uma pequena porcentagem de pessoas apresenta inchaço, náusea, infecções e reações alérgicas ao beber kombucha.

Como o kombucha tem um alto nível de acidez.

Podendo causar problemas em pessoas que tenham problemas digestivos, como úlceras do estômago, azia ou sensibilidade a alimentos muito ácidos.

Comece a beber uma pequena quantidade com moderação e aumente gradualmente, para ver se irá apresentar alguma reação negativa.

Beba uma xícara por dia ou menos, especialmente no começo.

Para limitar seu risco, compre o kombucha pré-fabricado e não pasteurizado que foi testado para contaminação bacteriana.

As pessoas que têm comprometimento grave da imunidade devido a certos vírus.

Como o HIV/AIDS, devem ter cuidado ao consumir o kombuchá, havendo possibilidade de que a levedura possa desenvolver bactérias prejudiciais que podem causar doenças.

Isto é especialmente verdadeiro no caso do kombucha caseiro.

Embora o kombuchá não tenha sido muito estudado em mulheres grávidas.

Existe sempre a preocupação de que as mulheres grávidas não consumam álcool ou cafeína, ambas presentes no kombuchá em pequenas quantidades.

O Kombuchá é feito com chá preto e açúcar. Quando fermentado, se transforma em álcool em quantidades muito pequenas (acredita-se que apenas 1% do kombucha seja álcool).

Para as pessoas com diabetes existente. O kombucha provavelmente não causará muito problema, considerando que ele é muito pobre em açúcar (cerca de dois gramas em uma xícara).

Além disso, deve-se ter cuidadoso e monitorar os níveis de açúcar no sangue, sintomas relacionados e consultar o médico.

Para aqueles com problemas digestivos (como IBS ) ou transtornos de ansiedade.

O baixo nível de cafeína no kombucha também é algo a ser consciente, uma vez que a cafeína pode, por vezes, agravar essas condições se consumido em excesso.

Olha isso!

Conheça os Benefícios do Xarope de Bordo

Conheça os Benefícios do Xarope de Bordo

Diversas pessoas consomem muito açúcar e geralmente até mais do que necessário, pois o açúcar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *