Conheça os Benefícios da Alfafa Durante a Gravidez

Ad Blocker Detectado

Nosso site precisar exibir anúncios on-line para nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Conheça os Benefícios da Alfafa Durante a Gravidez.

A gravidez é um dos momentos mais felizes e mais desafiadores da vida de uma mulher.

E você continua se alimentando saudável, para que o seu bebê durante a amamentação receba um leite rico e saudável.

Haverá inúmeras pessoas que vão apresentar sugestões e dicas sobre o que fazer e o que não fazer durante esse período.

Enquanto alguns pedem para comer algum alimento, outros aconselharam a não comer algo.

O que mais vamos encontrar, durante a gravidez, são pessoas que recomendam vários tipos de suplementos e ervas, mas antes de tomá-los é importante garantir se são seguros ou não.

Conheça os Benefícios da Alfafa Durante a Gravidez

Entre os vários tipos de ervas que são adequados durante a gravidez, a alfafa precisa de uma atenção especial.

Conheça os Benefícios da Alfafa Durante a Gravidez

A Alfafa

A alfafa é uma erva extremamente poderosa. Esta erva contém vários tipos de minerais essenciais, que incluem magnésio, cálcio, ferro , enxofre, potássio, sódio, cloro, fósforo, silício e outros oligoelementos.

A erva também é uma rica fonte de vários tipos de vitaminas, incluindo vitamina C, vitamina E e vitamina K. A vitamina K é um componente importante que ajuda na coagulação do sangue. A erva também contém diferentes tipos de aminoácidos essenciais.

Leia mais:  Infecção do ouvido em Crianças Sintomas e Causas

O uso de Alfafa?

Enquanto alguns usos da erva são para todas as pessoas, outros são especificamente para mulheres grávidas.

    • Para todas as Pessoas

      • Ajuda a melhorar a coagulação do sangue graças à vitamina K presente na erva
      • Ajuda na redução da pressão arterial e colesterol
      • Ajuda na promoção da digestão saudável
      • Ajuda a aliviar a gota
      • Ajuda no suporte da glândula pituitária
      • Ajuda na reversão do processo de cárie dentária. Também desempenha um papel fundamental na re-mineralização dos dentes
      • Ajuda no alívio de alergias
      • Ajuda no tratamento de todos os tipos de artrite
      • Ajuda a fortalecer o sistema imunológico

Leia mais:  Descubra os Benefícios do Óleo de Moringa

      • Para mulheres Grávidas

      • Ajuda a aliviar o enjôo matinal
      • Ajuda no aumento da oferta de leite em mães que amamentam
      • Boa fonte de vitamina K. Beber chá de alfafa ou consumir comprimidos de alfafa no último trimestre da gravidez ajuda a diminuir as chances de hemorragia e reduz o sangramento pós-parto .

Uso Durante a gravidez

Muitos médicos recomendam ingerir alfafa durante a gravidez. Se o fizerem, é bom seguir as recomendações.

Um dos melhores resultados de tomar alfafa durante a gravidez é aumentar a produção de leite materno.

Existem diferentes maneiras pelas quais a alfafa pode ser consumida. Alguns deles incluem:

      • Fazer chá das folhas secas de alfafa
      • Tomar suplementos de alfafa na forma de comprimidos ou tinturas
      • Usando folhas frescas de alfafa em sopas ou em outras preparações alimentícias. Usando brotos de alfafa cozidos em diferentes tipos de saladas

Quando tomado na forma natural e nas quantidades certas, as mulheres que amamentam ganham muito de sua erva medicinal.

O fornecimento de leite materno é reforçado significativamente com esta erva.

Leia Mais: Conheca-ervas-que-ajudam-aumentar-o-leite-materno/

A Alfafa e a Amamentação

A Alfafa é um excelente ingrediente é muito útil para aumentar a produção de leite materno.

Mas deve também que haver controle sobre a quantidade de consumo de alfafa. A melhor coisa a fazer é consultar o médico e para ingerir em doses recomendadas.

Pode haver riscos de alguns efeitos colaterais da alfafa. Seu médico deve lhe informar detalhes sobre o mesmo também.

A seguir veja alguns efeitos colaterais da alfafa que podem ocorrer durante a amamentação:

      • O consumo de alfafa em excesso pode levar a vários tipos de complicações durante a gravidez, bem como durante a amamentação. Se você estiver usando a alfafa durante o período da gravidez, mesmo em pequenas quantidades, recomenda-se parar de usar as mesmas semanas antes da data final de vencimento. Isso é feito para garantir que não haja excesso de leite materno. No entanto, se você está com pouca produção de leite após o nascimento da criança, você pode começar a adicionar a alfafa à alimentação aos poucos e gradualmente. Não consuma uma grande quantidade da erva de cada vez.
      • Consumir grandes quantidades de alfafa para mulheres que amamentam não é seguro. A criança pode ter diarréia ao consumir essa erva. Você também pode enfrentar problemas digestivos ou dores de estômago devido ao consumo excessivo de alfafa.
      • Devido ao componente da vitamina K, pode haver interferência com medicamentos anticoagulantes quando a alfafa é tomada.

Não há dúvida de que o consumo de alfafa é ótimo para mulheres grávidas e lactantes. Como todo alimento as doses certas precisam ser conhecidas para obter melhores resultados.

Deixe seu Comentário