O que Comer e Evitar na Endometriose

Ad Blocker Detectado

Nosso site precisar exibir anúncios on-line para nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios.

O que Comer e Evitar na Endometriose.

A endometriose é uma condição em que o tecido normalmente encontrado no interior do seu útero cresce do lado de fora. 

O tecido que reveste o útero é chamado endométrio, de onde vem o nome da condição. Esta condição afeta 1 em 10 mulheres durante seus anos reprodutivos.

A endometriose é frequentemente um distúrbio doloroso que ocorre principalmente na área pélvica. É raro que esse tecido se espalhe mais do que as trompas de falópio, ovários e tecidos que revestem a área da pélvis.

O que Comer e Evitar na Endometriose

Os sintomas desta condição tendem a gerar mais desconforto durante a menstruação.

Os Sinais e os Sintomas Incluem:

  • dor pélvica
  • aumento da dor durante períodos e relações sexuais
  • dor com movimentos intestinais e micção
  • períodos pesados, ou sangramento entre períodos
  • fadiga
  • diarréia
  • inchaço
  • Prisão de ventre
  • lombalgia
  • cólicas intensas

Se a endometriose não for tratada, pode levar à infertilidade ou câncer de ovário.

O que Comer e Evitar na Endometriose

Atualmente não há cura. No entanto, essa condição pode ser afetada positivamente com o atendimento integral, que inclui um plano de controle da dor e um estilo de vida saudável, com boa nutrição e exercícios.

Saiba mais sobre como a alimentação pode ajudar se você tem endometriose.

Alimentos que podem Afetar Negativamente

Certas escolhas de estilo de vida podem afetar a progressão da endometriose e aumentar o risco de desenvolvê-la.

Essas escolhas também podem afetar o quão doloroso ou bem administrado é o distúrbio.

Conheça Mais Sobre Endometriose

O que Comer e Evitar na Endometriose

Embora mais pesquisas precisem ser feitas para correlacionar completamente certos alimentos ou hábitos de vida com o desenvolvimento ou agravamento dessa condição, os seguintes fatores podem influenciar negativamente a endometriose:

Uma alimentação rica em Gordura Trans. A pesquisa mostrou taxas mais altas de diagnóstico de endometriose entre mulheres que consomem mais gordura trans. 

A gordura trans é encontrada nas em frituras, alimentos processados ​​e fast foods. Hoje em dia já há estudos e informações por que as gorduras trans são tão prejudiciais à saúde.

Consumo de carne vermelha Algumas pesquisas mostraram um aumento do risco de desenvolvimento de endometriose com um alto consumo de carne vermelha.

O Glúten. Um estudo envolvendo 207 mulheres com endometriose mostrou uma redução da dor em 75% deles após a eliminação do glúten da dieta.

Alimentos de alto FODMAP. Um estudo encontrou melhora significativa dos sintomas em pessoas com síndrome do intestino irritável (IBS) e endometriose que seguiram uma alimentação pobre em FODMAP.

Alimentos que podem influenciar a regulação hormonal, particularmente o equilíbrio de estrogênio, podem afetar negativamente aqueles com endometriose.

Além disso, você deve evitar alimentos que possam promover inflamação no corpo e levar a mais dor ou progressão do distúrbio.

Estes alimentos incluem:

  • álcool
  • cafeína
  • glúten
  • carne vermelha
  • gordura saturada e trans

Alimentos que podem Ajudar Positivamente

Para combater a inflamação e a dor causada pela endometriose.

É necessário consumir uma alimentação totalmente equilibrada, rica em nutrientes.

E principalmente à base de folhas e repleta de vitaminas e minerais, incluindo:

7 Dicas de Cuidados para Pele com Psoríase

Alimentos fibrosos, como frutas, verduras, legumes e grãos integrais

Alimentos ricos em ferro, como verduras de folhas escuras, brócolis, feijão, grãos fortificados e nozes / sementes

Alimentos ricos em ácidos graxos essenciais, como salmão, atum, cavala, nozeschia e sementes de linho.

Alimentos ricos em antioxidantes encontrados em frutas e vegetais coloridos, como laranjas, frutas vermelhas, espinafre e beterraba.

Atente-se em como seu corpo age quando você come certos alimentos. Faça anotações dos alimentos que você come e quaisquer sintomas ou mudança que aconteça é sempre útil.

Informe ao nutricionista, e ele ajudará a planejar refeições que funcionem melhor com você e com a endometriose, pois não há uma abordagem única para todos os casos.

Suplementos que podem Ajudar

Além de manter uma alimentação saudável, alguma tipo de suplementação pode ser benéfica para pessoas com endometriose.

Um pequeno estudo envolveu 59 mulheres com endometriose.

Os participantes que foram suplementados com 1200 unidades internacionais (UI) de vitamina E e 1000 UI de vitamina C.

Os resultados mostraram uma redução na dor pélvica crônica e uma diminuição na inflamação. Para obter mais vitamina E em sua alimentação, leia sobre esses alimentos.

Outro estudo incluiu a ingestão suplementar de zinco e vitaminas A, C e E.

As mulheres com endometriose tiveram diminuição dos marcadores de estresse oxidativo periférico e marcadores antioxidantes aumentados.

A curcumina, a parte anti-inflamatória da conhecida cúrcuma, também pode ajudar no tratamento da endometriose.

Um estudo mostrou que a curcumina inibia as células endometriais reduzindo a produção de estradiol. A Cúrcuma e curcumina possuem diversos benefícios a mais para a saúde.

Um grande estudo prospectivo mostrou que as mulheres com um nível mais elevado de vitamina D, e aqueles que tiveram uma maior ingestão de produtos lácteos em sua dieta, tiveram uma diminuição da taxa de endometriose.

Além da vitamina D, o cálcio e o magnésio dos alimentos ou suplementos também podem ser benéficos.

Terapias Alternativas e Exercícios

O exercício pode ajudar no manejo da endometriose. Podendo ocorrer porque pode reduzir os níveis de estrogênio e liberar hormônios do tipo “sentir-se bem”.

Além dos métodos convencionais de tratamento, tratamentos alternativos podem ser muito úteis para mulheres com endometriose.

Por exemplo, técnicas de relaxamento, como meditação e yoga, assim como acupuntura e massagem, podem ser benéficas.

Conheça os Benefícios da Combinação da Cúrcuma e Pimenta Preta

Mais pesquisas são necessárias relacionadas especificamente a mudanças no estilo de vida para reduzir os sintomas.

Marque uma consulta com seu médico ou um nutricionista para encontrarem a melhor forma de ação para administrar a endometriose.

Cada corpo e organismo são diferentes, possuem suas particulares e agem de formas diferentes, baseando-se em suas necessidades individuais.

Deixe seu Comentário