segunda-feira , dezembro 9 2019
Home / CURIOSIDADES DE SAÚDE / Conheça e Experimente 9 Bebidas Substitutas do Leite

Conheça e Experimente 9 Bebidas Substitutas do Leite

Conheça e Experimente 9 Bebidas Substitutas do Leite.

O leite de vaca é considerado um alimento básico na dieta de muitas pessoas.

É consumido e usado de diversas forma, mingau, com cereais, smoothies, chá ou café, etc.

Embora o leite de vaca, seja uma opção bastante popular.

Algumas pessoas não podem ou preferem não beber leite, seja devido a sua preferências, restrições alimentares, alergias ou intolerâncias.

Conheça e Experimente 9 Bebidas Substitutas do Leite

Felizmente, se você está procurando evitar o leite de vaca ou não consome, há diversas alternativas não lácteas.

Alguns Motivos para Substituir o Leite

O leite de vaca possui um perfil de nutrientes impressionante.

É rico em proteínas de alta qualidade e importantes vitaminas e minerais, incluindo cálcio, fósforo e vitaminas B.

Em, 1 xícara de 240 ml de leite integral fornece, 146 calorias, 8 g de gordura, 8 g de proteína e 13 g de carboidratos.

No entanto, o leite de vaca não é uma opção adequada para todos.

Existem vários motivos pelos quais você pode estar procurando uma alternativa, incluindo:

Alergia ao Leite

Cerca de 2 a 3% das crianças com menos de 03 anos apresentam alérgia ao leite de vaca.

Isso pode causar uma série de sintomas, incluindo erupções cutâneas, vômitos, diarréia e anafilaxia grave.

Cerca de 80% das crianças superam essa alergia aos 16 anos.

Intolerância à Lactose

Estima-se que 75% da população mundial seja intolerante à lactose, o açúcar encontrado no leite.

Essa condição ocorre quando as pessoas têm deficiência de lactase, a enzima que digere a lactose.

Restrições Dietéticas

Algumas pessoas optam por não consumir alimentos de origem animal, na sua alimentação pela saúde e diversas razões.

Por exemplo, os vegans excluem todos os produtos provenientes de animais, incluindo o leite de vaca.

Conheça e Experimente 9 Bebidas Substitutas do Leite

Diversas  pessoas evitam o leite de vaca também devido a preocupações com potenciais contaminantes, incluindo antibióticos, pesticidas e hormônios.

A boa notícia é que existem muitas opções não lácteas disponíveis se você quiser ou precisar evitar o leite de vaca.

1- Leite de Soja

O leite de soja é feito com soja ou isolado de proteína de soja e, muitas vezes, contém espessantes e óleos vegetais para melhorar o sabor e a consistência.

Normalmente, tem um sabor suave e cremoso.

No entanto, o sabor pode variar entre as marcas.

Funciona melhor como um substituto para o leite de vaca em pratos salgados, com café ou com cereais.

Um copo (240 ml) de leite de soja sem açúcar contém em torno de 80 a 90 calorias, 4 a 4,5 g de gordura, 7 a 9 g de proteína e 4 g de carboidratos.

Em termos de nutrição, o leite de soja é um substituto não lácteo, próximo do leite de vaca.

Além de conter uma quantidade similar de proteína, e metade do número de calorias, gorduras e carboidratos.

É também uma das poucas fontes vegetais de proteína “completa” de alta qualidade, fornece todos os aminoácidos essenciais.

Leia Mais > Experimente 9 Bebidas Alternativas para o Café

Estes aminoácidos não podem ser produzidos pelo organismo e devem ser obtidos a partir da alimentaçõa.

Entretanto, a soja tornou-se um dos alimentos mais polêmicos do mundo, e as pessoas muitas vezes se preocupam com seus efeitos no corpo.

Por causa das grandes quantidades de isoflavonas na soja.

Estes podem afetar os receptores de estrogênio no organismo e afetar a função dos hormônios.

Embora este tópico seja amplamente debatido. Não há evidências conclusivas que sugiram que quantidades moderadas de soja ou leite de soja causarão danos a adultos saudáveis.

Por fim, o leite de soja produzido a partir da soja não é recomendado para pessoas com intolerância ao FODMAP ou que estejam na fase de eliminação da dieta pobre em FODMAP.

Os FODMAPs são um tipo de carboidrato de cadeia curta naturalmente presente em alguns alimentos.

Eles podem vir a causar problemas digestivos, como gases e inchaço.

No entanto, o leite de soja feito de proteína isolada de soja pode ser consumido como alternativa.

2- Leite de Amêndoa

Leite de amêndoa é feito com amêndoas inteiras ou manteiga de amêndoa e água.

Tem uma textura leve e um sabor levemente adocicado.

Pode ser adicionado ao café e ao chá, misturado em smoothies e usado como substituto do leite de vaca em sobremesas e produtos de panificação.

Um copo (240 ml) de leite de amêndoa sem açúcar contém em torno de 35 calorias, 2,5 g de gordura, 1 g de proteína e 1 a 2 g de carboidratos.

Em comparação com o leite de vaca, contém menos de 1/4 das calorias e menos de metade da gordura. Também é significativamente menor em proteínas e carboidratos.

É um dos leites não lácteos de menor caloria disponíveis e é uma ótima opção para aqueles que querem ou precisam diminuir o número de calorias que estão consumindo.

Além disso, o leite de amêndoa é uma fonte natural de vitamina E, antioxidantes que ajudam a proteger o corpo de substâncias causadoras de doenças conhecidas como radicais livres.

O leite de amêndoa é uma fonte com menor concentração de nutrientes benéficos encontrados em amêndoas inteiras, incluindo proteínas, fibras e gorduras saudáveis.

Isso ocorre, pois o leite de amêndoa tem sua maior composição de de água.

Em algumas marcas encontra-se apenas 2% de amêndoas. Estes são frequentemente branqueados com a pele removida, o que reduz grandemente o conteúdo de fibras, proteínas, vitaminas e minerais.

Para tirar o máximo de nutrientes e benefícios para saúde das amêndoas. Escolha marcas de leite de amêndoa que contenham um teor alto de amêndoas, em torno de 7 a 15%.

As amêndoas também contêm ácido fítico, substância que se liga ao ferro, zinco e cálcio para reduzir sua absorção no corpo.

Isso pode diminuir um pouco a absorção desses nutrientes pelo leite de amêndoa.

3- Leite de Coco

O leite de coco é feito de água e a polpa branca do coco marrom.

É encontrado ma maioria das vezes em garrafas de vidro.

Usado na culinária para preparar diversos tipos de receita.

O leite de coco tem uma textura cremosa e sabor mas sutil de coco.

Uma xícara (240 ml) contém 45 calorias, 4 g de gordura, nenhuma proteína e quase nenhum carboidrato.

O leite de coco contém um terço das calorias do leite de vaca, metade da gordura e significativamente menos proteínas e carboidratos.

Leia Mais > Conheça o Açúcar de Coco uma Alternativa Saudável

Possui menor teor de proteína e carboidrato dos leites não lácteos.

Para aqueles que desejam mais proteínas, pode não ser a melhor opção, mas para pessoas que procuram reduzir a ingestão de carboidratos.

Além disso, cerca de 90% das calorias do leite de coco vêm da gordura saturada, incluindo um tipo de gordura saturada conhecida como triglicerídeos de cadeia média (TCMs).

Algumas pesquisas sugerem que os MCTs podem ajudar a reduzir o apetite, ajudar na perda de peso e melhorar os níveis de colesterol no sangue mais do que outras gorduras.

Consumir uma quantidade moderada de leite de coco, pode fazer parte de uma dieta saudável.

Recomenda-se que pessoas com intolerância ao FODMAP, ou aquelas que estão completando a fase de eliminação da dieta FODMAP, limitem o leite de coco a uma porção de 1/2 xícara (120 ml) de cada vez.

4- Leite de Aveia

O leite de aveia é feito de uma mistura de aveia e água.

No entanto, alguns fabricantes podem adicionar ingredientes extras, como gomas , óleos e sal, para produzir um sabor e uma textura desejáveis.

O leite de aveia é naturalmente doce e suave no sabor.

Ele pode ser usado na culinária da mesma forma que o leite de vaca, e fica bom com cereais ou smoothies.

Uma xícara (240 ml) contém 140–170 calorias, 4,5–5 g de gordura, 2,5–5 g de proteína e 19–29 g de carboidratos.

O leite de aveia contém calorias similares ao leite de vaca, pode ter o dobro de carboidratos e metade da quantidade de proteína e gordura.

O leite de aveia é rico em fibras totais e beta-glucana, uma fibra solúvel que forma um gel espesso à medida que passa pelo intestino.

O gel beta-glucano se liga ao colesterol, reduzindo sua absorção no organismo.

Ajudando a diminuir os níveis de colesterol, particularmente o colesterol LDL, o tipo associado a um risco aumentado de doença cardíaca.

Um estudo em homens com colesterol alto descobriu que ao consumir 750 ml de leite de aveia diariamente por cinco semanas reduziu o colesterol total em 3% e o colesterol LDL em 5%.

Além disso, pesquisas concluíram que a beta-glucana pode ajudar a aumentar a sensação de plenitude e baixar os níveis de açúcar no sangue após uma refeição.

O leite de aveia também é barato e muito fácil de preparar em casa.

5- Leite de Arroz

É feito de arroz branco ou marrom moído e água.

Tal como ocorre com outros leites não lácteos, pode conter espessantes para melhorar a textura e sabor.

O leite de arroz é o menos alergênico dos leites não lácteos.

Sendo uma opção segura para pessoas com alergias ou intolerâncias a laticínios, glúten, soja ou nozes.

O leite de arroz é suave no sabor e naturalmente doce no sabor.

Com consistência levemente aquosa e é ótimo para beber por conta própria, assim como em smoothies, em sobremesas e com farinha de aveia.

Uma xícara (240 ml) de leite de arroz contém em torno de 130, 2 –3 g de gordura, 1 g de proteína e 27 a 38 g de carboidratos.

O leite de arroz contém quantidade similar de calorias do leite de vaca, e quase o dobro de carboidratos. Também contém consideravelmente menos proteína e gordura.

De todas as alternativas de leite não lácteo nesta lista, o leite de arroz contém mais carboidratos,  cerca de três vezes mais do que os outros.

Além disso, o leite de arroz tem um alto índice glicêmico (IG) de 79-92, absorvido rapidamente no intestino e aumenta rapidamente os níveis de açúcar no sangue.

Por esse motivo, pode não ser a melhor opção para pessoas com diabetes.

Devido ao baixo teor de proteína, pode não ser a melhor opção para o crescimento de crianças, atletas e idosos.

Pois eles têm maiores necessidades de proteína.

O leite de arroz também mostrou conter altos níveis de arsênico inorgânico, substância química tóxica encontrada naturalmente no ambiente.

A exposição prolongada a altos níveis de arsênico inorgânico tem sido associada a um aumento do risco de vários problemas de saúde, incluindo certos tipos de câncer e doenças cardíacas.

A Food and Drug Administration (FDA) dos EUA recomenda que as pessoas consumam arroz como parte de uma dieta balanceada que inclui uma variedade de grãos, produtos lácteos, legumes e vegetais.

Para a maioria das pessoas, beber leite de arroz não deve ser motivo de preocupação.

6- Leite de Caju

O leite de cajú é feito de uma mistura de castanha de caju ou manteiga de caju e água.

É rico e cremoso e tem um sabor doce e leve de noz.

É ótimo para espessar smoothies, como creme no café e como substituto para o leite de vaca em sobremesas.

Como ocorre na maioria dos leites à base de nozes, a polpa de nozes é coada do leite.

Onde as fibras, proteínas, vitaminas e minerais de todo o caju se perdem.

Um copo (240 ml) de leite de caju sem açúcar contém apenas 25 a 50 calorias, 2 a 4 g de gordura, 0 a 1 g de proteína e 1 a 2 g de carboidratos.

O leite de caju possui menos de um terço das calorias do leite de vaca, metade da gordura e menos proteínas e carboidratos.

Com baixo teor de proteína, o leite de caju pode não ser a melhor opção para pessoas com maiores necessidades de proteína.

Os leites de soja ou aveia, possuem alto teor de vitamina e podem aumentar sua necessidade de proteína, caso você necessite aumentar suas doses diárias de proteína.

Além de ter apenas 25 a 50 calorias por xícara (240 ml). O leite de caju sem açúcar é uma ótima opção de baixa caloria para aqueles que desejam reduzir a ingestão total diária de calorias.

O baixo teor de carboidratos e açúcar, é excelente opção para pessoas que necessitam monitorar sua ingestão de carboidratos, como pessoas com diabetes.

Além do leite de caju é ser muito fácil de preparar em casa.

7- Leite de Macadâmia

Feito principalmente de água e cerca de 3% de nozes de macadâmia.

É relativamente novo no mercado, e a maioria das marcas é fabricada na Austrália usando macadâmias australianas.

Tem um sabor mais rico, mais suave e cremoso do que a maioria dos leites não lácteos, e um ótimo sabor sozinho, no café ou smoothies.

Um copo (240 ml) contém 50-55 calorias, 4,5-5 g de gordura, 1-5 g de proteína e um g de hidratos de carbono.

O leite de macadâmia contém um terço das calorias e metade da gordura do leite de vaca.

Também é um pouco menor em proteínas e carboidratos.

É muito baixo em calorias, com apenas 50-55 calorias por copo (240 ml).

Isso torna uma ótima opção para aqueles que tentam reduzir sua ingestão de calorias.

Devido ao baixo teor de carboidratos, é uma opção adequada para pessoas com diabetes ou para quem procura reduzir sua ingestão de carboidratos.

Além disso, o leite de macadâmia é uma ótima fonte de gorduras monoinsaturadas saudáveis , com 3,8 gramas por xícara (240 ml).

Aumentar a ingestão de gorduras monoinsaturadas pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue, pressão arterial e o risco de doença cardíaca, especialmente se ele substitui alguma gordura saturada e carboidratos em sua dieta.

8- leite de Cânhamo

É feito a partir das sementes da planta do cânhamoCannabis sativa.

Esta é a mesma espécie usada para fazer a droga cannabis, também conhecida como maconha.

Ao contrário da maconha, as sementes de cânhamo contêm apenas vestígios de tetrahidrocanabinol (THC), o químico responsável pelos efeitos que alteram a mente da maconha.

O leite de cânhamo, possui sabor levemente adocicado e uma textura fina e aquosa.

Ele funciona melhor como um substituto para leites mais leves, como leite desnatado.

Um copo (240 ml) de leite de cânhamo sem açúcar contém 60-80 calorias, 4,5-8 g de gordura, 2 a 3 g de proteína e 0-1 g de carboidrato.

O leite de cânhamo contém uma quantidade semelhante de gordura ao leite de vaca, sendo metade das calorias e proteínas e menos carboidratos.

É uma boa opção para vegetarianos e veganos, pois um copo fornece 2-3 g de proteína completa de alta qualidade, com todos os aminoácidos essenciais.

Além disso, é uma fonte de dois ácidos graxos essenciais: o ácido alfa-linolênico de ácido graxo ômega-3 e o ácido linoléico de ácido graxo ômega-6.

Seu corpo não pode produzir ômega-3 e ômega-6, então você deve obtê-lo de alimentos.

Por último, leite de cânhamo não adoçado é muito baixo em carboidratos, uma ótima opção para aqueles que querem reduzir a ingestão de carboidratos.

Se esta é uma prioridade para você, evite variedades adoçadas, pois elas podem conter até 20 g carboidratos por uma xícara de 240 ml .

9- Leite de Quinoa

É feito de água e quinoa, uma semente comestível que é comumente preparada e consumida como um grão.

Todo o grão de quinoa é muito nutritivo, sem glúten e rico em proteínas de alta qualidade.

Embora a quinoa tenha se tornado um superalimento muito popular nos últimos anos, o leite de quinoa é relativamente novo no mercado.

Por isso, é um pouco mais caro do que outros leites não lácteos e pode ser um pouco mais difícil de encontrar nos supermercados.

O leite de quinoa é levemente adocicado e tem um sabor distinto de quinoa.

Funciona melhor em cereais e mingau quente.

Um copo (240 ml) contém 70 calorias, 1 g de gordura, 2 g de proteína e 12 g de carboidratos.

O leite de quinoa contém quantidade similar de carboidratos do leite de vaca e menos da metade das calorias.

Também contém significativamente menos gordura e proteína.

É composto principalmente de água e contém 5-10% de quinoa.

Significando a maioria das proteínas, fibras, vitaminas e minerais da quinoa são diluídos.

Além,de ser nutricionalmente bastante equilibrado em comparação com outros leites não lácteos.

Possui baixo teor de gordura e quantidades moderadas de proteínas, calorias e carboidratos.

O leite de quinoa é uma boa fonte de proteína completa em vegetais para vegetarianos e vegans.

Se você encontrar no supermercado ou lojas de produtos naturais, vale a pena experimentar.

Fatos Importantes a Considerar

Com uma ampla gama de leites não lácteos disponíveis nas prateleiras dos supermercados, pode ser difícil saber qual é o melhor para você.

Aqui estão algumas coisas importantes a considerar:

Açúcar Adicionado: Açúcar é frequentemente adicionado para melhorar o sabor e a textura. Fique com variedades não adoçadas em relação às aromatizadas, e tente evitar as marcas que listam o açúcar como um dos três primeiros ingredientes.

Teor de Cálcio: O leite de vaca é rico em cálcio, que é vital para ossos saudáveis ​​e prevenir a osteoporose. A maioria dos leites não lácteos é fortificada com ele, então escolha um que contenha pelo menos 120 mg de cálcio por 3,4 onças (100 ml).

Vitamina B12: A vitamina B12 é encontrada naturalmente em produtos animais e é essencial para um cérebro saudável e sistema imunológico. As pessoas que limitam ou evitam produtos de origem animal de suas dietas devem escolher o leite que é fortificado com B12.

Custo: Os leites não lácteos são frequentemente mais caros que o leite de vaca. Para reduzir custos, tente fazer leite à base de plantas em casa. No entanto, uma desvantagem de fazer o seu próprio leite é que ele não será fortificado com cálcio e vitamina B12.

Aditivos: Alguns leites não lácteos podem conter aditivos, como carragenina e gomas vegetais, para obter uma textura espessa e suave. Embora esses aditivos não sejam necessariamente insalubres, algumas pessoas preferem evitá-los.

Necessidades Dietéticas: Algumas pessoas têm alergias ou intolerâncias a certos ingredientes usados ​​em leites à base de plantas, como glúten, nozes e soja. Leia sempre e verifique os rótulos se você tiver uma alergia ou intolerância.

Saiba que…

Para muitas pessoas, o leite de vaca é um alimento básico.

No entanto, existem vários motivos pelos quais você pode precisar ou optar por renunciar ao leite de vaca.

Que podem incluir alergias, razões éticas e preocupações com possíveis riscos à saúde.

Felizmente, existem muitas ótimas alternativas disponíveis, incluindo as nove nesta lista.

Ao fazer sua escolha, certifique-se de ficar com variedades sem açúcar e evitar açúcares adicionados.

Além disso, certifique-se de que seu leite não lácteo é fortificado com cálcio e vitamina B12.

Não há um único leite que seja ideal para todos.

O sabor, a nutrição e o custo dessas alternativas podem variar consideravelmente, por isso, pode demorar um pouco para encontrar o que é melhor para você.

Olha isso!

8 Bebidas Totalmente Saudáveis e ​​ricas em Eletrólitos

8 Bebidas Totalmente Saudáveis e ​​ricas em Eletrólitos

Os eletrólitos são minerais que transmitem uma carga elétrica quando misturados com água. E são essenciais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, tudo bem?

Receba mais Notícicias legais!
Enviaremos todos os dias, as melhores Dicas Fresquinhas

Obrigado por nos acompanhar!