Saiba quais Vitaminas são Importantes para a Gravidez

Saiba quais Vitaminas são Importantes para a Gravidez.

As vitaminas essenciais para uma gravidez saudável incluem ácido fólico, ferro, vitamina D, vitamina A, vitamina B12, vitamina C, vitamina K, cálcio e iodo.

A gravidez começar a ser um momento de mudanças para o corpo e a vida da futura mãe.

Ocasionando mudanças na alimentação, alguns efeitos colaterais, alterações emocionais, entre outros.

Independentemente disso, toda mãe quer o melhor para o seu bebê, e é por isso que ela está disposta a investir e garantir sua vida saudável.

Saiba quais Vitaminas são Importantes para a Gravidez

O que muitas mães não antecipam é o aumento da demanda por nutrientes que a gravidez necessita.

Isto é especialmente verdadeiro se você é uma mãe de primeira viagem, não tem nenhuma experiência do que esperar.

Em geral, o bebê recebe toda a nutrição da mãe, o que significa que você é responsável por alimentar ambos com prudência.

Por isso que você deve consumir um suplemento pré-natal eficaz durante toda a gravidez, dando a você e ao bebê os nutrientes necessários.

Saiba quais Vitaminas são Importantes para a Gravidez

1- Ácido Fólico

O ácido fólico é indicado para a vitamina durante a gravidez, pois pode ajudar a garantir o desenvolvimento normal do seu bebê.

O ácido fólico, geralmente é o primeiro a ser passado pelo medico para você tomar.

Ele é um membro da família da vitamina B, é obtido naturalmente através do consumo de alimentos, especialmente vegetais de folhas escuras.

Além disso, a suplementação é aconselhada para garantir que você atinja necessidades diárias dessa vitamina.

Leia Também > Conheça mais Benefícios da Vitamina D para a Saúde

Ingerir ácido fólico é especialmente importante durante o primeiro trimestre da gravidez, pois pode ajudar a prevenir a ocorrência de defeitos do tubo neural.

O ácido fólico também desempenha um papel na prevenção de doenças cardíacas congênitas e é aconselhado consumir meses antes de uma gravidez planejada.

As mulheres com história de defeitos congênitos são aconselhadas a tomar uma dose muito superior à média do que mulheres que não estejam gestantes.

2- Ferro

O ferro é um mineral, tão importante quanto o ácido fólico, mas por um motivo diferente.

O ferro é crucial na produção de glóbulos vermelhos, já que uma mulher grávida tem um volume sanguíneo maior do que quem não está gestante.

Além de que o bebê também precisará começar a sintetizar seu próprio sangue, motivo do porque a ingestão de ferro é tão importante.

Claro, que não é a única das razões pelas quais o ferro é importante durante a gravidez.

Ele também ajuda a garantir que seu bebê se desenvolva, para não correr o risco de parto prematuro.

Além de melhorar sua resistência à infecção e garantir que você não ocorra fadiga profunda ao regularmente ou mais durante a gravidez.

O ferro também pode vir do consumo de carnes, além de alguns vegetais e frutas.

Além disso, pode ser necessário consumir suplemento que contenha vitamina C, ou aumentar a ingestão de alimentos contendo vitamina C para aumentar sua absorção.

3- Vitamina C

A importância dos níveis de vitamina C, é de extrema importância durante a gravidez, havendo uma grande diferença durante a gestação.

Durante a gravidez, a ingestão segura recomendada é de cerca de 85 a 100 mg, uma vez que doses mais elevadas têm sido associadas a parto prematuro.

Em comparação com pessoas não gestantes que podem tomar 1000 mg ou mais sem riscos, é melhor tomar vitamina C durante a gravidez a partir de uma vitamina pré-natal aprovada ou de citrinos da dieta.

Leia Também > Os Diversos Benefícios da vitamina C para a Saúde

A vitamina C, proporciona garantir a saúde bucal de uma mulher grávida e é necessária para a produção do colágeno proteico estrutural.

O feto também pode utilizar uma grande quantidade de vitamina C na dieta para o processo de diluição hemo, em que um volume sangüíneo adequado é estabelecido.

Outro benefício potencial de obter essa quantidade recomendada de vitamina C durante a gravidez é a prevenção da pré-eclâmpsia , embora esse benefício seja atualmente investigacional.

4- Vitamina D

A maioria das pessoas obtém vitamina D, sua principal fonte é a exposição diária ao sol.

Mesmo que você viva em uma região com pouco acesso ao sol, é muito importante que sua vitamina pré-natal contenha vitamina D.

É aconselhável que você consuma 600 UI de vitamina D diariamente durante a gravidez, uma vez que ajuda a garantir a absorção eficiente de cálcio.

Os ossos em desenvolvimento do seu bebê precisam de cálcio para evitar distúrbios sérios relacionados ao osso durante a gravidez, como a osteomalácia.

A vitamina D também suporta o sistema imunológico e pode mantê-lo livre de infecções durante a gravidez.

Se você consome laticínios, a maioria dos produtos é enriquecida com vitamina D, mas também é possível obtê-los de peixes gordurosos, como atum ou salmão.

5- Vitamina A

A vitamina A, é muito mais importante do que a saúde ocular durante a gravidez.

O que ajudar a reduzir o risco de abortos espontâneos, nascimentos prematuros, anemia ou até mesmo a morte materna.

A vitamina A também pode ajudar a prevenir defeitos relacionados à visão no feto e ajuda a melhorar a imunidade geral.

Sem mencionar que desempenha um papel importante no desenvolvimento normal da medula espinhal e estruturas dentro da orelha.

Durante a gravidez, aconselha-se uma ingestão diária de cerca de 800 µg. Tenha cuidado ao tomar grandes quantidades, pois pode resultar em toxicidade.

6- Vitamina B12

Desempenha um papel importante na produção de glóbulos vermelhos, bem como para a replicação normal do DNA e saúde neurológica.

A vitamina B12, também está associada a ajudar a combater a fadiga. A anemia pode diminuir o potencial de transporte de oxigênio do sangue para as células que precisam dele.

Leia Também > Conheça os Benefícios da Alfafa Durante a Gravidez

Uma mulher grávida requer aproximadamente 2,6 µg de B-12 por dia, e ainda mais quando amamenta. A boa notícia sobre o B-12 é que ele é solúvel em água e não há risco imediato de overdose de curto prazo.

As fontes de B-12 incluem laticínios, ovos e uma variedade de outras carnes, mas um suplemento é recomendado para garantir a ingestão diária.

7- Vitamina K

A vitamina K, é uma das vitaminas menos conhecidas, cuja importância é geralmente desnatada.

A boa notícia é que, durante a gravidez, você não precisa mais do que os 60 µg diários recomendados para todos os adultos.

E ter níveis normais de vitamina k, ajuda a prevenir distúrbios hemorrágicos durante o parto, o que pode diminuir muito a mortalidade materna.

As melhores fontes de vitamina K incluem vegetais folhosos escuros, como espinafre, mesmo que a maioria das vitaminas pré-natais contenha alguma quantidade também.

Consumir alimentos que contenham está vitamina é muito importantes e necessário.

8- Cálcio

Outro mineral, mas cuja importância é extremamente importante durante a gravidez também,

para que o bebê receba.

O feto obtém seu cálcio independentemente da fonte, o que significa que, se você não estiver consumindo o suficiente durante a gravidez.

A medida que envelhecemos, é necessário aumentar a quantidade de consumo de cálcio.

Pois aumentam o risco de osteoporose, doenças renais e outros distúrbios relacionados ao cálcio.

A ingestão de 1000 mg de cálcio por dia normalmente, é suficiente para manter a sua saúde e do bebê.

A suplementação geralmente não é recomendada, a menos que você não consuma alimentos naturalmente ricos nesse mineral.

9- Iodo

O iodo é um mineral importante, desempenha funções no metabolismo, crescimento e desenvolvimento celular normal em geral.

Durante a gravidez, a deficiência desse mineral pode contribuir para resultados negativos.

Podendo ocorrer, deformidades genéticas, natimortos ou retardo mental em bebês aparentemente saudáveis.

Recomenda-se a ingestão diária recomendada de cerca de 220 µg por dia, quer através do consumo de sal iodado, quer em vitaminas pré-natais.

Conclusão

Há muitos outros nutrientes importantes que você deve ingerir durante a gravidez, mesmo que não sejam classificados como vitaminas ou minerais.

Por exemplo, o ácido graxo ômega-3 DHA é excelente para o desenvolvimento do cérebro.

A chave é usar um suplemento vitamínico pré-natal abrangente, além de ter uma dieta balanceada carregada de nutrientes.

Compartilhe

Deixe seu Comentário