PET

Como Evitar que seu Cão Sofra com o Calor

Ad Blocker Detectado

Nosso site precisar exibir anúncios on-line para nossos visitantes. Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Como Evitar que seu Cão Sofra com o Calor.

Em alguns lugares o tempo quente já chegou, mesmo antes da estação verão ter sido oficialmente anunciada em outros o tempo é quente quase o ano inteiro.

Os animais como cães e gatos são bastante sensíveis ao calor e podem ficar muito doentes, rapidamente, se a temperatura subir demais. Uma temperatura corporal normal para cães e gatos é maior do que em humanos, variando de 100 a 103 graus Fahrenheit.

À medida que a temperatura do ar sobe acima da temperatura do corpo do seu animal de estimação. Ele tende a ter dificuldade em  expulsar o excesso de calor e ficar doença devido ao calor se torna mais provável.

Benefícios do Óleo de Coco para Cães

Quando sua temperatura interna se eleva acima de 103 graus, pode causar vários sintomas e sinais de doença. Qualquer coisa acima de 106 graus pode ser fatal e requer atendimento médico imediata.

Como Evitar que seu Cão Sofra com o Calor

Veja alguns riscos relacionados ao calor em animais de estimação que você deve tomar cuidado, e conselhos sobre como tratá-los e preveni-los.

Pioderma da Dobra da Pele

Cães e gatos não transpiram como os humanos. Eles suam através de suas almofadas de pata e expelem o excesso de calor ofegante. Eles não têm glândulas sudoríparas onde eles têm peles. Isso significa que eles não ficam com o calor do jeito que os humanos fazem.

A erupção de calor em nós humanos é causada por glândulas sudoríparas entupidas e irritação, geralmente de roupas apertadas ou não respiráveis ​​em ambientes quentes ou úmidos.

Plano de Saúde para Pets

A fricção da pele que causa erupção de calor em humanos tem uma analogia em cães com dobras de pele devido ao tipo de raça ou excesso de peso.

Estes cães correm o risco de desenvolver uma erupção cutânea e uma infecção nas dobras cutâneas, denominada pioderma da dobra cutânea , que pode ser muito pruriginosa e desconfortável.

A melhor maneira de tratar o pioderma da dobra da pele é usando xampu medicamentoso para eliminar o excesso de levedura ou bactérias.

Você também deve consultar seu veterinário para determinar se o uso de antibiótico é necessário. O veterinário provavelmente recomendará o que deve ser feito para enxugar as dobras e mantê-las secas.

Como Cuidar da Almofada das Patas do seu Animal

Caminhar no chão quente (especialmente pavimento, concreto ou asfalto) pode causar sérios danos às almofadas das patas de um cão

Se você não consegue manter o cão caminhando por pelo menos cinco segundos sem sentir desconforto, está quente demais para o seu cão andar. Escolha um caminho onde seu cão possa andar na grama, na terra ou se a raça do seu cão não for muito pesado, pegue no colo.

A compra de botas protetoras para o seu cão ( são muito úteis também no frio e na neve). Se as almofadas da sua pata se queimarem ou ficarem cruas, levará muito tempo para cicatrizar.

Provavelmente exigirão mudanças freqüentes de bandagem, o que pode ser demorado e caro para você e muito desconfortável para o seu cão.

Desidratação

A falta de acesso a água pode causar desidratação nos cães. A desidratação levar há vários sintomas e correm o risco de ter doenças mais sérias.

Nós que temos a obrigação de manter nossos cães para pré-hidratar, sempre carregue água para o seu cão e ofereça-o periodicamente.

Congelar uma garrafa grande de água antes de sair com seu cachorro em uma caminhada ou um piquenique. À medida que a água derrete, você tem água fria para oferecer ao seu cão (e, como bônus, ele manterá seu almoço frio).

Crie uma Brisa em Casa

Uma brisa pode tornar o calor do verão muito mais tolerável e simplesmente colocar uma janela ou um ventilador em casa criará um ambiente satisfatório para o seu cão. 

Você pode querer um para si mesmo também! O umidificador de ar e/ou ventilador são particularmente útil no resfriamento por evaporação. Infelizmente, uma vez que os cães não transpiram muito, você provavelmente terá que simular essa evaporação.

Um Picolé ou Gelo

Você também pode oferecer, o seu cão a desfrutar de um picolé ou barra de suco congelado. Se o seu cão não gosta de frutas, considere fazer barras congeladas com água e um toque de caldo de carne.

Você pode adicionar gelo à tigela de água para ajudar a baixar a temperatura. Também pode ajudar seu cão.

Exaustão por Calor

Ofegante quando for caminhar fora é normal. Dificuldade em respirar não é.  Os sinais de exaustão por calor incluem:

  • Respiração excessiva
  • Babando
  • Gengivas avermelhadas
  • Vômito
  • Diarréia
  • Embotamento mental
  • Movimento descoordenado
  • Colapso

Se você notar algum destes sinais, inicie o tratamento imediatamente. Molhe o seu cão com água fria. Se você estiver usando uma mangueira, certifique-se de deixar qualquer saída de água quente antes de limpar o cão. 

Deixe o seu cão beber água tanto quanto ele precisar. Ligue para seu veterinário ou para a clínica de emergência mais próxima e diga o que está ocorrendo. Eles irão orientá-lo que deve ser feito, com base nos sintomas do seu cão.

Como Evitar que seu Cão Sofra com o Calor

Fatores de Risco para Doença Relacionada ao Calor

Os cães correm maior risco de exposição ao calor porque geralmente os levamos conosco em passeios ou nas férias ao ar livre no verão. Lembre-se de ir ao ritmo do seu cão em uma caminhada ou caminhada, faça quantas pausas forem necessárias na água e incentive-o a descansar.

Os gatos que ficam dentro de casa podem se deitar em um local ensolarado no chão enquanto são resfriados pelo ar-condicionado ou por um ventilador.

 Gatos que passam muito tempo fora de casa geralmente, procuram lugares para descansar e fugir do sol durante o calor do dia. Os gatos com maior risco de calor são aqueles que não têm acesso a água limpa e fresca ou aqueles que acidentalmente ficam trancados do lado de fora.

Algumas raças de cães podem correr mais riscos de doenças relacionadas ao calor. Isso inclui raças curtas como Bulldogs, Boxers e Pugs. Outros fatores de risco incluem idade avançada ou jovem, obesidade ou camadas espessas melhor adaptadas a climas frios.

Cães que não estão acostumados a estar fora de casa no calor ou umidade são mais propensos a mostrar sinais de doença do calor.

Adapte o seu cão com pequenas brincadeiras durante o passeio de manhã e à noite, adicionando lentamente mais tempo e em partes mais quentes do dia. Sempre garanta que seu cão tenha acesso a sombra e água potável, independente da estação.

Outra Dica para Refrescar seu Cão

Um Mergulho Refrescante

Se você tiver a sorte de ter uma piscina ou estar perto de um lago, provavelmente ficará tentado a entrar com seu cachorro. Isso parece uma opção lógica se o seu cão estiver desconfortavelmente quente, mas seja cauteloso. 

Se o seu cão estiver realmente quente ou beirando a insolação, isso poderá piorar as coisas. Baixar a pele do seu cão e a temperatura da superfície de forma muito abrupta pode resultar em um aquecimento ainda maior de seus órgãos internos, piorando o superaquecimento do núcleo do corpo.

Em vez disso, reconhecendo que os pés do seu cão ajudam na regulação da temperatura do corpo, faça-o entrar na água lentamente.

Deixe-o ficar de pé apenas com os pés em água fria por um tempo é ideal, além de monitorar sua temperatura com um termômetro. Temperaturas retais que diminuem para 103F são um bom lugar para parar de resfriar seu animal de estimação de forma agressiva.

Se você não tem acesso a uma piscina ou lago. Compre uma piscina infantil pequena para permitir que seu cão simplesmente possa ficar na água.

Lembre-se de que os pés dos cães são uma das maneiras pelas quais eles podem dissipar o calor (também é um dos poucos lugares em que eles suam).

IMPORTANTE! 
Se o dia ou os dias estiverem muito quente para você e sua família, é sinal que também está para o seu animal de estimação.

Então evitar sair enquanto o sol estiver forte e muito calor, alguns dias podem ser melhores passados ​​dentro de casa por um ar condicionado, umidificador de ar.

Nesses dias, faça atividades em família em casa, alugue um filme, relaxe ente outras. Fique alerta com os sinais de superaquecimento e insolação iminente.

Se o seu cão demonstrar qualquer sinal de superaquecimento, refresque-o gradualmente e entre em contato ou leve-o ao seu veterinário. 

Jamais deixe seu cachorro em um carro estacionado, mesmo que seja rápido. O super aquecimento pode desencadear problemas sérios ao seu animal.

Deixe seu Comentário