Home / CIÊNCIA / Máquina usa algas para comer Dióxido de Carbono

Máquina usa algas para comer Dióxido de Carbono

Máquina usa algas para comer Dióxido de Carbono. Os problemas do aquecimento global estão bem documentados e se concentram principalmente no dióxido de carbono. 

Uma nova empresa, a Hypergiant Industries do Texas, lançou um protótipo do que chama de biorreator Eos, uma caixa que usa IA (inteligência Artificial) para capturar e sequestrar carbono da atmosfera usando algas e consequentemente limpar o ar e atmosfera..

Quando se trata de reduzir o dióxido de carbono, a Hypergiant vê um espaço entre reduzir o consumo e plantar árvores. “Parecia que tinha que haver mais opções” do que as duas, diz Kristina Libby, vice-presidente de ciência e pesquisa do futuro da Hypergiant.

As árvores são tradicionalmente vistas como um fator crucial para ajudar a evitar o aquecimento global, devido à sua capacidade de converter dióxido de carbono em oxigênio. 

Essa simbiose tem sido historicamente útil, é claro, mas as ameaças às árvores em massa – como a recente onda de incêndios na Amazônia – podem mostrar como a dependência da humanidade nas florestas pode se tornar delicada.

Não são apenas as árvores que ingerem dióxido de carbono, no entanto. A maior parte do ar respirável do mundo se origina do oceano, onde altos níveis de nutrientes fertilizam grandes quantidades de algas, escreve Scott Denning, professor de ciências atmosféricas da Universidade Estadual do Colorado.

É esse processo no qual a Hypergiant quer capitalizar.

“A pesquisa sobre algas é incrivelmente atraente” tanto na quantidade de carbono que sequestra quanto na taxa de crescimento. E, ao analisar isso, percebemos que os maiores problemas nas algas são coisas que podemos resolver com inteligência artificial.

Vamos mergulhar lá e ver se conseguimos pode tornar isso uma realidade.

22 fotos Raras que você nunca verá nos Livros da Escola
Mulher de 63 anos é considerada a Avó mais bonita do mundo
10 Filhos de Famosos idênticas com seus Pais
26 Achados de brechó que tu jamais verá em outro lugar
14 Provas que o Brasileiro não tem limites na Hora da Zoeira

Esses problemas vêm com a taxa de crescimento de algas. As algas podem crescer rapidamente, mas se um grupo está tentando conter a planta dentro de um tanque, isso é um problema e não são fáceis de controlar”.

Usando a IA para aumentar a luz, a temperatura e o fluxo de ar, a equipe acredita que pode otimizar a ingestão de algas por dióxido de carbono e, simultaneamente, retardar o rápido crescimento da planta.

Agora é esperar a industria aumentar a capacidade de gerar máquinas maiores e muitos mais potentes para limpar em fim o ar e os oceanos.

Olha isso!

Bone Char um filtro sem Carvão Vegetal

Bone Char – talvez o nome não seja inspirador, mas é a substância filtradora de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba diariamente as Melhores Notícias

DE GRAÇA

Dicas e Notícias

Todo dia notícias fresquinhas