quarta-feira , outubro 21 2020

Conheça 9 novelas mexicanas inéditas e já dubladas que nunca foram exibidas no Brasil

Compartilhe

Fãs de novelas mexicanas sempre sonham com títulos inéditos na tela do SBT, mas a verdade é que a emissora de Silvio Santos cada vez mais opta por reprisar tramas que deram certo a arriscar novelas inéditas.

Opções para se colocar no ar não faltam, afinal, o SBT possui o direito de exibição de algumas novelas que já foram dubladas para o português do Brasil, mas nunca entraram na grade de programação.

Vale salientar que não se sabe se alguma delas tem um prazo de validade para ir ao ar sem ter que pagar algo a mais para o produtor, o que poderia ser um dos motivos para que fiquem sempre engavetadas, mesmo com fãs pedindo a exibição. Outro detalhe importante que merece ser destacado é que as novelas da lista abaixo não são as únicas nas profundas gavetas de dramalhões do SBT e de outras emissoras, existindo vários outros títulos, tanto os mais recentes, quanto bem antigos.

Veja agora quais são as 9 novelas mexicanas dubladas que nunca foram exibidas no Brasil.

A Cor da Paixão

Esse dramalhão repleto de traições, romances e mentiras, conta com Esmeralda Pimentel no elenco principal. Essa atriz pode ser vista na reprise de Abismo de Paixão como a personagem Kenia. A Cor da Paixão é uma trama de 2015. Em 2019 chegou a entrar na grade de programação da TLN, TV paga, em agosto, mas precisou sair do ar poucos dias depois por conta de um conflito quanto aos direitos autorais da trilha sonora da trama.

Que Te Perdoe Deus, Eu Não

A novela protagonizada por Zuria Vega é um remake adaptado de Abraça-me Muito Forte, que quando foi exibido originalmente contava com Gaby Spanic como protagonista. A trama está dublada desde 2015, mas não há previsão de quando será exibida no Brasil.

Em Nome do Amor

Essa é uma das novelas mexicanas já dubladas que, talvez, tenha mais chances de entrar na grade de programação do SBT em um futuro não muito distante. Isso porque quase dez anos após a emissora ter o direito de exibição a trama, mandou fazer um tratamento de imagem em toda a produção, que foi gravada, assim como A Usurpadora e outros sucessos, em tecnologia SD. Para os apaixonados por A Madrasta, Victoria Ruffo é uma das estrelas da trama.

Cair em Tentação

A trama mostra um diferencial no enredo que pode surpreender um pouco o telespectador que está mais acostumado com os dramalhões. Se trata de uma novela que começa com a descoberta de uma traição após um casal adultero sofrer um acidente de carro. A trama então se divide entre analisar o passado, com os romances proibidos, e o presente, com a investigação sobre como os dois morreram após saírem de um motel. Esse enredo fragmentado percorre toda a novela, produzida e dublada em 2017. Essa trama já foi exibida em português do Brasil por um canal angolano.

O Imperdoável

Essa novela de 2015 e protagonizada por Ana Brenda Contreras pode até ter chances de ser exibida, devido ao favoritismo da atriz principal no país, mas se trata de um remake de A Mentira, que não teve muito sucesso no México, quando comparado a versão original.

Três Vezes Ana

Se por um lado essa novela é muito esperada pelos fãs de Angelique Boyer, no ar atualmente na reprise de Abismo de Paixão, por outro o SBT e outras emissoras já tiveram a oportunidade de aproveitar o sucesso da atriz no Brasil para transmiti-la, mas parece que não tem sido uma ideia muito interessante para nenhum canal. A trama é um típico dramalhão envolvendo traições, amores e a história das trigêmeas Ana Letícia, Ana Lúcia e Ana Laura, interpretadas por Angelique.

Labirintos da Paixão

É pouco provável que um dia essa novela seja exibida no Brasil, uma vez que já tem vinte anos desde que foi produzida. Se trata de uma trama premiada no México e com elenco conhecido no Brasil, como Cesar Évora e Letícia Calderón. Está dublada há mais de dez anos e parece que foi esquecida pelas emissoras.

Mulher de Madeira

Essa novela de 2004 está no catalogo do SBT há anos, mas sem previsão de exibição. A trama é protagonizada por Edith Gonzalez, a Salomé da novela que leva o mesmo nome. A atriz, entretanto, precisou abandonar a novela com três meses de gravação, devido a sua gravidez. O autor então criou um acidente para que a personagem ficasse desfigurada e precisasse de várias cirurgias plásticas, justificando a mudança da atriz protagonista por Ana Patricia Rojo, a Estefânia de Cuidado Com o Anjo.

Duelo de Paixões

O intuito do SBT, ao adquirir essa novela em 2007, era de fazer a sua própria versão, já que a emissora fez uma série de remakes adultos de tramas mexicanas. Mas a novela acabou não sendo produzida, tão pouco exibida na versão original, que conta com Ludwika Paleta no elenco, a Maria Joaquina da versão mexicana de Carrossel.

Fonte >TV Prime

Deixe uma resposta