sexta-feira , fevereiro 21 2020
Home / ECONOMIA / EUA está bloqueando iranianos na fronteira após morte de Soleimani

EUA está bloqueando iranianos na fronteira após morte de Soleimani

EUA está bloqueando iranianos na fronteira após morte de Soleimani

Patrulha de fronteira dos EUA nega discriminação com iranianos. – GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Arquivos

Dezenas de iranianos e americanos de origem iraniana denunciaram assédio, atrasos e longos interrogatórios por parte das autoridades de fronteira dos Estados Unidos, em meio à tensão provocada pela morte do general iraniano Qasem Soleimani, em um ataque ordenado por Washington.

O Conselho das Relações Islâmico-Americanas (CAIR), um grupo de defesa dos muçulmanos, informou que proporcionou assistência a mais de 60 viajantes detidos durante o final de semana e interrogados sobre suas posições políticas na fronteira do estado de Washington com o Canadá.

Uma jovem de 24 anos, identificada como Crystal pelo CAIR, denunciou que foi detida e interrogada durante mais de 10 horas com sua família na passagem de fronteira de Peace Arch, em Blaine, Washington, até ser libertada na manhã de domingo.

Quando a família perguntou se estava detida, os agentes da fronteira se limitaram a dizer que aquele era “o momento equivocado” para estar ali.

“Estas denúncias são extremamente preocupantes e potencialmente constituem detenções ilegais de cidadãos americanos”, disse Masih Fouladi, diretor-executivo do CAIR em Washington. “Estamos trabalhando para verificar as denúncias sobre uma diretriz nacional para deter americanos de origem iraniana nas fronteiras”.

As autoridades de fronteira negaram a denúncia e justificaram as demoras pelo aumento do tráfego no final de ano e de retorno das férias.

Fonte >Istoé

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *