quarta-feira , janeiro 29 2020
Home / CURIOSIDADES / Homem descobre ratos morando em seu jardim e constrói vilarejo para fotografá-los

Homem descobre ratos morando em seu jardim e constrói vilarejo para fotografá-los

Simon Dell é fotógrafo e a natureza lhe presenteou com algo incrível: ele descobriu que no jardim de sua casa havia uma família de ratos e, ao invés de tentar exterminar os bichinhos, construiu um pequeno vilarejo para deixar o ambiente mais agradável, além de conseguir fotos incríveis dos animais ‘interagindo’ com todo aquele cenário.

“Eu estava fora um dia apenas tirando fotos dos pássaros no jardim e, depois de cortar a grama, notei algo se movendo no chão”, disse Simon ao Bored Panda . “Apontei minha câmera para o chão e fiquei chocado, mas muito feliz por ver um ratinho doméstico muito fofo em pé como um suricato na grama recém cortada”.

“Eu soube instantaneamente que o animal fofo era uma estrela e corri de volta para dentro para pedir alguns amendoins para ele. Sentado ali, esperando, demorou apenas alguns minutos para ele voltar para as delícias, foi nesse momento que pensei em dar ao ratinho um abrigo e um lugar seguro para se esconder e se alimentar”.

“Eu tive um pouco de experiência em tirar fotos fofas de animais selvagens e ratos, como também tinha outro rato que vivia no meu galpão de jardim e só saía depois de escurecer. Ele era um rato de madeira e nós o chamamos de Stuart. Temos todo tipo de vida selvagem no jardim. Muitos tipos de pássaros, como estorninhos, pardais, melros, robins e muito mais. Até uma garça cinzenta que tirou a maior parte do peixe dourado das minhas lagoas”.

Ao longo da entrevista ele vai explicando como montou o vilarejo para a família de ratinhos: “Coloquei uma cerca de arame ao longo da árvore, para que os gatos não pudessem chegar ao rato. Eu também tenho um cachorro Jack Russell Terrier pequeno, para os gatos não entrarem no jardim, e o cachorro não presta atenção aos ratos”.

“Decidi construir uma casa para eles, pois queria dar a eles um lugar seguro no jardim e não cair em gatos ou outros animais. Além disso, como eu alimentava os ratos, era a coisa certa a fazer, pois eu sentia que era minha culpa fazê-los sair se eles se tornassem presas. Como fotógrafo de vida selvagem, eu queria criar um habitat bonito para as fotos que eu tiraria”.

“Eu sempre gostei de fotografia, mas possuo apenas uma DSLR há cerca de três anos, construindo lentamente meu kit e atualizando câmeras para melhorar minhas habilidades e também ajudar a obter melhores fotos de ratos e outras espécies selvagens”.

“Os ratos ainda estão aqui e estão vivendo uma vida muito feliz. Agora é inverno, então os dias são mais curtos e saem com menos frequência. Quando escurece, pode ser difícil vê-los. No entanto, eu os vejo sair durante o dia para comer e tudo acaba na manhã seguinte. Também dou punhados de penas de um travesseiro velho e eles levam isso para alinhar suas camas e mantê-los aquecidos nessas noites frias de inverno no Reino Unido”, finalizou.

Fonte >Creatives

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *