sexta-feira , fevereiro 21 2020
Home / CIÊNCIA / Um asteroide com sua própria lua passou bem próximo da Terra

Um asteroide com sua própria lua passou bem próximo da Terra

Um grande asteroide com sua própria lua passou bem próximo da Terra na semana passada. Ele foi observado enquanto sobrevoava nosso planeta a uma distância segura.

O asteroide foi descoberto em 27 de janeiro pela pesquisa da ATLAS em Mauna Loa, no Havaí, e se encaixa na definição de asteroide potencialmente perigoso devido ao seu tamanho e distância mínima de intersecção da órbita da Terra. Mas não se preocupe, o asteroide 2020 BX12 não representa perigo no momento e já está se afastando da Terra.

Enquanto o objeto interestelar seguia seu curso, os astrônomos do Grupo de Ciência de Radar Planetário do Observatório Arecibo, em Porto Rico, fotografaram o 2020 BX12. Ao analisar as imagens obtidas, logo eles perceberam o asteroide não estava sozinho. Tratava-se de um pequeno sistema binário, com uma minúscula lua de cerca de 70 metros.

“Análises preliminares sugerem que o asteroide primário é um objeto redondo com pelo menos 165 metros de diâmetro, girando aproximadamente uma vez a cada 2,8 horas ou menos”, escreveram os pesquisadores em um anúncio.

“O satélite tem um diâmetro de aproximadamente 70 metros e gira uma vez a cada 49 horas ou menos. A distância entre os dois corpos é de pelo menos 360 metros, como observado em 5 de fevereiro. O movimento do satélite entre as duas observações, feitas com aproximadamente 23 horas de intervalo, sugere um período orbital mútuo de 45 a 50 horas e seria consistente com um satélite bloqueado por maré.”, completaram.

Não é completamente incomum que um asteroide com sua própria lua seja observado. Esses pequenos satélites que rodeiam asteroides são chamados “luas de planeta menor” e o objeto astronômico ao qual elas orbitam é conhecido como “planeta menor”. Até este mês foram documentados 384 planetas menores conhecidos ou suspeitos de terem luas. Cerca de 60 asteroides próximos à Terra dos cerca de 16.400 conhecidos têm pelo menos uma lua.

O 2020 BX12 faz parte do grupo Apollo de asteroides próximos da Terra que oscila entre a órbita da Terra e depois de Marte. Ele deve passar por Marte em junho deste ano e só chegará tão perto da Terra como aconteceu essa semana daqui a 90 anos.

Fonte >Sociedade Científica

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *