domingo , março 29 2020
Home / PET / Pit Bull abandonado na neve é adotado, treinado e vira cão policial

Pit Bull abandonado na neve é adotado, treinado e vira cão policial

Exemplo de superação, Kiah é uma cachorra da raça Pit Bull que após ser resgatada de uma situação de maus-tratos, foi resgatada pelo policial Justin Bruzgul que a treinou para se transformar em uma oficial K9 da polícia no estado de Nova York.

O policial Bruzgul é um entusiasta dos cães que trabalha para mudar a percepção das pessoas quanto à reputação da raça Pit Bull. Para ele, como o cão é criado, tratado e como é educado ao longo da sua vida é o que realmente define o comportamento do animal.

O oficial Justin Bruzgul foi o anjo da guarda de Kiah, foi ele quem resgatou a cachorra no momento em que ela se encontrava acorrentada na neve, congelando e implorando por ajuda.

Ele viu na Kiah, lealdade inabalável, inteligência e um coração de ouro, o que era óbvio para ele. Ele conseguiu visualizar todo o potencial dela e sabia o quanto ela poderia ajudar as pessoas e então decidiu levar a Pit Bull sob sua guarda e treiná-la para ser um oficial do K9.

De acordo com o policial Bruzgul, “Pit Bulls e misturas de Pit Bull são as raças número um abandonado em abrigos. Se mais pessoas forem conscientizadas do verdadeiro potencial desses animais e de quem realmente eles são, isso poderia colocar milhares de cães em lares definitivos eternos”.

Um bom exemplo do que disse o policial Bruzgul está materializado na Kiah que passou com louvor em todos os testes e se tornou a primeira oficial Pit Bull K9 no estado de Nova York.

Conforme Bruzgul, “O resgate e a transformação de Kiah prova uma coisa com certeza, os Pit Bulls são bons cães! ” De fato, além de dar duro no trabalho, Kiah e o oficial Bruzgul têm como missão educar as pessoas sobre a realidade da raça.

O gasto em um cão policial pode chegar, em média, a US $ 20.000, esse dinheiro poderia ser economizado se os departamentos recorressem a abrigos, em que muitos cães com o a Kiah poderiam ser qualificados para servir.

Muitos cães que estão na fila para serem sacrificados devido à superlotação poderiam assim encontrar um novo propósito. Mais um motivo para sorrir.

Leia também:


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Fonte > Portal do Animal

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *