quinta-feira , agosto 6 2020

Auxílio Emergencial: Ainda não recebeu a 1ª parcela?

Compartilhe

A Caixa Econômica Federal vai liberar neste sábado (16) um lote residual de R$ 246 milhões referentes à primeira parcela do auxílio emergencial para 405 mil pessoas. A segunda parcela começará a ser paga a partir de segunda-feira (18).

O banco recebeu da Dataprev o novo lote de beneficiários nesta quinta-feira (14). No total, serão realizados 311,6 mil créditos em contas da Caixa e 93,5 mil em contas de outros bancos.

Desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento do auxílio, cerca de 50 milhões de pessoas tiveram o benefício creditado, num total de R$ 35,7 bilhões, já considerando os créditos deste sábado.

Para os beneficiários que recebem o auxílio emergencial pela poupança social digital, a Caixa orienta que seja realizada atualização do Caixa Tem na loja de aplicativos.
Além da alternativa para saque sem cartão, a nova versão possibilita maior número de acessos simultâneos.

coronavoucher

Os beneficiários que receberam o crédito na conta digital já podem efetuar o saque do benefício em espécie. A operação é realizada nos caixas eletrônicos da CAIXA, nas unidades lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui.

Informações sobre o auxílio emergencial podem ser obtidas no site auxilio.caixa.gov.br, pela telefone 111 (central de atendimento da Caixa) ou pelo número 121 (Ministério da Cidadania).

O auxílio emergencial é um benefício destinado aos trabalhadores informais, MEIs (microempreendedores individuais), autônomos e desempregados durante o período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

A ajuda é feita por meio de três parcelas de R$ 600. As parcelas sobem para R$ 1.200 se as beneficiárias forem mães que, sozinhas, são responsáveis pelo sustento dos filhos.

Pode solicitar o benefício o cidadão maior de 18 anos que esteja desempregado ou exerça atividade na condição de MEI, ou é contribuinte individual (obrigatório) da Previdência Social ou, ainda, realiza trabalho informal.

Além disso, a renda familiar por pessoa de quem vai pedir o benefício não pode ultrapassar meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até três salários mínimos (R$ 3.135).

Quem ainda não fez o pedido do auxílio, mas cumpre as exigências para receber o benefício, pode realizar a solicitação até 2 de julho pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial.

A Caixa pagará os valores atrasados para todos que possuem direito e realizarem a solicitação até 2 de julho.

Fonte >Jornal Contábil

Deixe uma resposta