quarta-feira , junho 3 2020

Haja grana! Os 10 atletas mais bem pagos do mundo

Compartilhe

Ser bom em um esporte traz, além de fama, muito dinheiro. Dependendo da modalidade, esse valor pode passar dos 100 milhões de dólares ao ano! É o que vemos na lista divulgada anualmente pela revista Forbes. Entre os 10 maiores salários do esporte, há um brasileiro: o jogador de futebol Neymar.

10. Kevin Durant (EUA)

  • Modalidade: basquete
  • Ganho total em 2019: US$ 65,4 milhões (R$ 357,2 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 30,4 milhões (R$ 166 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 35 milhões (R$ 191,1 milhões)

Kevin Durant

O cestinha do Brooklyn Nets é considerado por muitos especialistas um dos maiores de sua geração. Integrou 9 vezes o All-NBA Team (seleção dos melhores jogadores da temporada) e foi eleito o jogador mais valioso da temporada 2013-14. Foi bicampeão da NBA pelo Golden State Warriors em 2017 e 2018, sendo eleito o melhor jogador nas duas finais.

9. Stephen Curry (EUA)

  • Modalidade: basquete
  • Ganho total em 2019: US$ 79,8 milhões (R$ 435,8 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 37,8 milhões (R$ 206,4 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 42 milhões (R$ 229,4 milhões)

Stephen Curry

Stephen Curry é o cara da cesta de 3 pontos. Exímio arremessador, ele liderou o Golden State Warriors nos títulos da NBA de 2015, 2017 e 2018, sendo que na campanha de 2015 foi eleito o jogador mais valioso. Foi 6 vezes eleito para o All-NBA Team. O jornal The New York Times o elegeu o melhor jogador da última década, superando o astro LeBron James. Quer mais?

8. LeBron James (EUA)

  • Modalidade: basquete
  • Ganho total em 2019: US$ 89 milhões (R$ 486,1 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 36 milhões (R$ 196,6 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 53 milhões (R$ 289,4 milhões)

LeBron James

LeBron James é um dos maiores nomes do basquete de todos os tempos. Com mais de 34 mil pontos, é simplesmente o 3º maior pontuador da história da NBA, ficando apenas atrás das lendas Karl Malone e Kareem Abdul-Jabbar. Já foi campeão da NBA três vezes e eleito o melhor das finais nas três ocasiões. Além disso, acumula quatro prêmios de melhor da temporada. Um verdadeiro gênio do basquete!

7. Aaron Rodgers (EUA)

  • Modalidade: futebol americano
  • Ganho total em 2019: US$ 89,3 milhões (R$ 487,7 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 80,3 milhões (R$ 438,6 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 9 milhões (R$ 49,1 milhões)

Aaron Rodgers

O quarterback do Green Bay Packers foi eleito duas vezes o melhor jogador da liga de futebol americana (NFL) e 8 vezes selecionado para o jogo das estrelas (Pro Bowl). Além disso, sagrou-se campeão da 45ª edição do Super Bowl (a final do campeonato da NFL) defendendo as cores do Packers. Foi eleito o melhor jogador da partida.

6. Russell Wilson (EUA)

  • Modalidade: futebol americano
  • Ganho total em 2019: US$ 89,5 milhões (R$ 488,8 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 80,5 milhões (R$ 439,6 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 9 milhões (R$ 49,1 milhões)

Russell Wilson

Após renovar contrato com o Seattle Seahawks em 2019, o quarterback Russell Wilson passou a ser o jogador de futebol americano mais bem pago da NFL. E seus números justificam tamanho investimento. Em 2017, foi o líder de passes para touchdown da temporada. Já foi 7 vezes selecionado para o jogo das estrelas. Sagrou-se campeão do Super Bowl XLVIII jogando pelo Seahawks.

5. Roger Federer (Suíça)

  • Modalidade: tênis
  • Ganho total em 2019: US$ 93,4 milhões (R$ 510,1 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 7,4 milhões (R$ 40,4 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 86 milhões (R$ 469,7 milhões)

Roger Federer

O tenista mais bem pago do mundo é recordista de títulos de Grand Slam (os torneios mais importantes da modalidade): são ao todo 20 conquistas. Outro recorde do suíço Federer é o número de semanas como número 1º no ranking da ATP: foram 310 semanas, entre 2004 e 2018! Tudo isso faz de Federer um dos maiores tenistas de todos os tempos.

4. Saúl “Canelo” Álvarez (México)

  • Modalidade: boxe
  • Ganho total em 2019: US$ 94 milhões (R$ 513,4 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 92 milhões (R$ 502,5 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 2 milhões (R$ 10,9 milhões)
Canelo Alvarez
Encontro entre “Canelo” Álvarez (esq.) e o então presidente do México Peña Nieto em 2013.

Em 2018, “Canelo” assinou o maior contrato já assinado por um esportista: US$ 365 milhões (cerca de 2 bilhões de reais) por 5 anos com o serviço de streaming DAZN. Campeão mundial em 4 divisões, o cartel de “Canelo” impressiona: 56 lutas, 53 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota (para Floyd Mayweather).

3. Neymar (Brasil)

  • Modalidade: futebol
  • Ganho total em 2019: US$ 105 milhões (R$ 573,5 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 75 milhões (R$ 409,6 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 30 milhões (R$ 163,8 milhões)

Neymar

O futebol é hoje a modalidade esportiva que mais dá dinheiro. Tanto é que os 3 primeiros do ranking dos atletas mais bem pagos são craques do futebol. Neymar, o único brasileiro na lista, é famoso por seus dribles desconcertantes e seus gols decisivos. Atualmente defendendo as cores do Paris Saint-German, foi campeão da Libertadores em 2011 pelo Santos, da Champions com o Barça em 2015 e o ouro olímpico com a seleção brasileira em 2016.

2. Cristiano Ronaldo (Portugal)

  • Modalidade: futebol
  • Ganho total em 2019: US$ 109 milhões (R$ 595,3 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 65 milhões (R$ 355 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 44 milhões (R$ 240,3 milhões)

Cristiano Ronaldo

Nada menos que 5 vezes melhor jogador do mundo e 3 vezes melhor da UEFA, CR7 faz jus à fama e à grana que recebe todo mês. Coletivamente, seus números também impressionam: o atacante português já ganhou 5 Champions, uma delas pelo Manchester United e 4 defendendo o Real Madrid. Pela seleção portuguesa, comandou o time que venceu a Euro 2016.

1. Lionel Messi (Argentina)

  • Modalidade: futebol
  • Ganho total em 2019: US$ 127 milhões (R$ 693,6 milhões)
  • Quanto ganhou entre salário e bônus: US$ 92 milhões (R$ 502,5 milhões)
  • Quanto ganhou de patrocínios: US$ 35 milhões (R$ 191,1 milhões)

Lionel Messi

Messi é recordista em títulos de maior jogador do mundo: 6 vezes! É o maior artilheiro do Barcelona (clube que defende profissionalmente desde 2003) e o maior recordista de títulos da história do clube catalão. Também é o maior goleador da história da seleção argentina, pela qual levou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2008. Pelo Barça, são 4 títulos da Champions e 3 da Supercopa da UEFA.

Em termos de grana, os números de Messi não são menos impressionantes. Em 2019, ele ganhou algo em torno de 57,8 milhões de reais por mês, o que dá quase 2 milhões de reais por dia! É dinheiro que não acaba mais…

Leia também: Maiores salários do futebol: os 20 jogadores de futebol mais bem pagos do mundo

Veja quais são os 5 atletas mais bem pagos da última década

5. Roger Federer (Suíça)

  • Modalidade: tênis
  • Ganho total entre 2010 e 2019: US$ 640 milhões (R$ 3,5 bilhões)

4. LeBron James (EUA)

  • Modalidade: basquete
  • Ganho total entre 2010 e 2019: US$ 680 milhões (R$ 3,7 bilhões)

3. Lionel Messi (Argentina)

  • Modalidade: futebol
  • Ganho total entre 2010 e 2019: US$ 750 milhões (R$ 4,1 bilhões)

2. Cristiano Ronaldo (Portugal)

  • Modalidade: futebol
  • Ganho total entre 2010 e 2019: US$ 800 milhões (R$ 4,4 bilhões)

1. Floyd “Money” Mayweather Jr. (EUA)

  • Modalidade: boxe
  • Ganho total entre 2010 e 2019: US$ 915 milhões (R$ 5 bilhões)

Floyd Mayweather Jr.

Essa fera do boxe faz jus ao apelido de “Money” (“Dinheiro”). Nenhum esportista faturou tanto no acumulado da última década quanto Floyd Mayweather Jr. (hoje aposentado). Com um cartel de 51 vitórias (27 por nocaute), nenhum empate e nenhuma derrota, “Money” é considerado um dos melhores pugilistas de todos os tempos e – sobre isso não há muita dúvida – o maior de sua geração. Sua última luta foi em 2017, quando derrotou Conor McGregor na categoria peso-médio-ligeiro.

Entre 2010 e 2019, “Money” faturou em média 91,5 milhões de dólares por ano (R$ 506,3 milhões), 7,6 milhões de dólares por mês (R$ 42 milhões) e 254 mil dólares por dia (R$ 1,4 milhão). Uma verdadeira máquina de dar socos e de fazer dinheiro.

Fonte >Maiores e Melhores

Deixe uma resposta