quarta-feira , setembro 30 2020

Por que não conseguimos digerir o milho?

Compartilhe

Você já reparou que não conseguimos digerir o milho? Os grãos dourados usados na fabricação de pratos de verão e também em hambúrgueres conseguem sobreviver ao sistema digestivo. Então, é útil comer um alimento que o corpo não consegue fazer a digestão?

Os pedaços amarelos encontrados no cocô são apenas o revestimento externo dos grãos de milho. Em suma, os grãos de milho transportam material genético precioso. Dessa forma, existe uma camada externa que protege contra o clima e contra pragas.

Eles contam com uma fibra chamada celulose. O nosso sistema digestivo costuma trabalhar mais do que percebemos. Mas, os humanos não possuem enzimas ou bactérias capazes de ajudar na digestão da celulose.

Nem animais conseguem digerir o milho totalmente

Nem mesmo os ruminantes conseguem digerir o milho completamente
(Imagem: Jan Koetsier / Pexels)

Nem mesmo animais como o gado, que possuem um trato especial para a celulose, conseguem digerir 100% do milho. Contudo, esses animais não comem o mesmo milho doce e macio que os humanos. Pesquisadores avaliaram os grãos expulsos do corpo, conhecendo o conteúdo nutricional deles.

Conforme a nutricionista de ruminantes da Universidade de Nebraska-Lincoln, Andrea Watson, a celulose representa somente 10% do milho. O restante é composto por elementos nutritivos, sendo uma ótima fonte de fibra alimentar, amido e antioxidantes. Além disso, o milho possui carotenoides, que dão aos vegetais suas cores, embora carreguem menos do que as folhas verdes.

Isso não quer dizer que ele faz mal para o corpo

Por que não conseguimos digerir o milho?
(Imagem: NEOSiAM 2020 / Pexels)

O processamento do milho é a melhor maneira de ajudar na digestão do grão. “Quanto mais você processa, mais fácil é digerir”, explicou Watson. A cada etapa do processamento há quebra de moléculas de fibras. Por exemplo, o cozimento pode ser bastante útil pensando nesse conceito.

Boa parte dos milhos consumidos são processados. Então, não são grãos de difícil digestão, mordidos diretamente da espiga, e sim transformados em pipoca, chips ou mesmo xarope de milho. Porém, isso não quer dizer que todos eles são mais saudáveis.

Quanto mais processado o milho mais fácil é sua digestão
(Imagem: Keegan Evans / Pexels)

Ao avaliar o desempenho nutricional dos produtos de milho processados, é possível perceber como eles perdem boa parte das fibras e nutrientes durante o processamento. De fato, os grãos de milho presentes no cocô até podem ser estranhos, mas não fazem mal algum. Por outro lado, indicam que você está consumindo milho saudável.

Por fim, a melhor dica é mastigar bem os grãos antes de engolir. Isso ajuda o sistema digestivo.

Com informações de Live Science.

Queremos nos tornar a maior referência em educação científica do Brasil e na língua portuguesa. Para isso, precisamos pagar os melhores jornalistas, revisores e freelancers de ciência. Fazendo uma doação mensal em nosso apoia.se, você nos ajuda a nos manter independentes e continuar o nosso trabalho sem percalços. 

Fonte >Sociedade Científica

Deixe uma resposta